08/11/2007 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Comunicação ambiental precisa ter foco na educação, defende pesquisadora

Rio de Janeiro - Os veículos de comunicação precisam tratar o tema meio ambiente de forma educativa. Essa é a avaliação da professora da Escola de Comunicação da UFRJ Cristina Rego Monteiro que defende ainda uma mudança na abordagem dada pelos jornalistas.

"Nós precisamos ter uma perspectiva de mudança de paradigma na cobertura, não adianta trabalhar com notícias de escândalo e denúncias. A gente tem que ter uma visão quase pedagógica, didática e de conscientização, um jornalismo educativo e conscientizador", disse.

Para Cristina Rego é preciso ter uma visão integrada da ecologia, e a "questão ambiental deve estar presente em todos os profissionais que trabalham com a comunicação".

A professora participou, na manhã de hoje (6), da abertura da Semana Nacional de Comunicação Ambiental realizada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Durante toda a semana, pesquisadores, ativistas e profissionais do meio vão se reunir para discutir a educação ambiental com foco na comunicação.

O coordenador do evento, Gustavo Barreto, explica que o objetivo é integrar a perspectiva humana ao meio ambiente e formar novas gerações.

"O que inova nesse evento é o foco na comunicação voltado para a educação ambiental, formar novas gerações e não focar apenas nos desastres, na lógica das tragédias, a idéia é ter um olhar propositivo sobre o tema", ressalta Barreto que é aluno de graduação e bolsista do Programa de Ensino Tutorial (PET).

Para o secretário estadual de meio ambiente do Rio de Janeiro, Carlos Minc, o meio ambiente é uma peça-chave para o desenvolvimento de qualquer país. Ele afirma que é necessária a incorporação de valores conscientes e de uma cultura ambiental, principalmente, por parte dos jovens.

"Hoje a sociedade não admite mais que o custo do desenvolvimento seja destruir as florestas, contaminar os rios, aumentar as emissões de gás aquecendo o clima e derretendo a geleiras. Finalmente caiu a ficha ambiental, nós queremos um desenvolvimento de qualidade", destacou Minc.

A Semana de Comunicação Ambiental vai até o dia 8 de novembro no campus da Praia Vermelha, em Botafogo. A entrada é gratuita.

Fabíola Ortiz

Da Agência Brasil

Por: Agencia Brasil