15/10/2007 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Noticias ambientais de setembro/outubro

Incêndios pelo Brasil

As mudanças climáticas que assolam o planeta provocaram em diversas regiões do Brasil a pior seca dos últimos 40 anos. As florestas brasileiras estão em chamas. Este ano, o número de queimadas foi 30% maior que no ano passado.Em agosto, foram 21.459 queimadas, de acordo com o satélite. Em setembro, até dia 23, foram detectadas 17.133 queimadas. O Estado do Rio foi menos castigado que os do Centro-Oeste. Ainda assim, foram 400 focos de incêndio preocupantes. O mais grave atingiu uma área de 400 hectares na floresta entre Araras e Secretário, na região serrana. O Parque Nacional do Itatiaia, onde fica o Pico das Agulhas Negras teve vários focos de incêndio provocados. No Sumaré, o Maciço da Pedra Branca teve destruidos 10 mil hectares. No Estado do Rio, os bombeiros combateram incêndios também na Serra dos Orgãos, Petrópolis e Silva Jardim. Na reserva do Jacarandá, em Petrópolis e no Parque Nacional do Desengano, em Santa Maria Madalena. A Serra do Cipó, em Minas Gerais teve o pior incendio já registrado. Já o Pico do Itacolomi teve 30 mil hectares de floresta destruidos. No Rio,Os bombeiros afirmam ter sido ação criminosa. No Parque Nacional de Brasília, 2 mil hectares de florestas destruídos. Na Chapada dos Viadeiros, foram 18 mil hectares. Grande incêndio também no Parque do Tietê, na zona leste de São Paulo.O Instituto de Pesquisas ESpaciais detectou 2 mil focos de incendios em florestas no Pará, Minas Gerais e Rondônia. Na Bahia, o fogonas pastagens queimou parte da caatinga

Os incendios são criminosos

Segundo os bombeiros do Rio de Janeiro, os incêndios florestais não tem origem espontãnea. Só há casos raros, provocados por raios. As causas, em geral, decorrem da ação humana como pontas de cigarro jogadas na beira das estrada, queima de lixo, fogueira para cozinhar, queimadas agro-pecuárias, além dos incêndios induzidos por criminosos e balões.

A seca e a baixa umidade do ar

No Estado do Piauí, 137 municípios decretaram estado de emergência. Não chove a 6 meses na região. A seca atinge 12 estados brasileiros e a umidade do ar nestas regiões está abaixo dos 20%, limite do tolerável, segundo a OMS.

No Estado do Espírito Santo, 500 bois morreram devido a falta de pastagens e de água. Em Pernanbuco, 50% da safra agrícola já está perdida. Na Bahia, 84 municípios atingidos pela seca dependem de carros pipa para o fornecimento de água para a população. Os agricultores esperam a chegada das chuvas na primavera quando se dará a florada das mudas de plantio.

A desertificação

A desertificação do planeta atinge 1/3 da população mundial. São 2 bilhões de pessoas em regiões do Afeganistão, África Central e América do Sul. Cerca de 200 milhões de pessoas teriam de ser deslocadas de imediato, segundo a ONU.

O deputado Inocencio de Oliveira afirmou na Câmara que a desertificação no Nordeste é visível e sua causa está na desenfreada ocupação do solo e derrubada da vegetação.

Outros problemas ambientais no mundo

Em setembro, um Terremoto de 7,9 graus na escala Richter atingiu o sul do Perú, a 200 Km de Lima e destruiu residências. Com 500 mortos e milhares de desabrigados, foi percebido em Manaus, principalmente nos edifícios mais altos.

Hpuve uma impressionante sucessão de desastres naturais em agosto e setembro: furacões no Golfo do México, inundações na Ásia, teremotos na Costa de Sumatra, em Honduras e no México.

O Mar Morto, no Oriente Médio, está desaparecendo. O espelho d`agua vem decrescendo e calcula-se que em 40 anos a região se transformará num deserto de sal. Cogita-se em bombear 800 milhões de litros de água do Mar Vermelho para evitar que isto aconteça.

No dia 2 de setembro, o Papa falou para uma multidão de jovens reunidos no Vaticano e pediu uma decisão corajosa pelo Meio Ambiente antes que seja tarde demais.

Biodiversidade continua em queda

A biodiversidade das florestas brasileiras é a maior do planeta. No entanto, os cientistas calculam que 16 mil espécies entre animais, peixes, insetos, plantas e corais em todo o mundo estão em processo de extinção. No Brasil, o maior risco imediato é o macaco Muriqui que habita a mata atlântica de Minas Gerais.

Abelhas continuam abandonando as colméias

Conforme tem acontecido recentemente nos EUAe na Europa, as abelhas brasileiras também estão desaparecendo. Em Florianópolis, os apicultores enfrentam o mesmofenômeno inexplicável. Os enxames de abelhas estão abandonando as colméias, deixando as abelhasrainhas sozinhas no ninho. As perdas na produção na região chegam a 25%. A suposição de um agricultor catarinense é de que as abelhas estariam reagindo por uma imcompatibilidade de realizar a polinização com plantas transgênicas.

150 países discutem novas metas de emissões de CO2

Reunião promovida pela ONU em Viena, propões reduzir-se em até 40% as emissões de CO2, de 2012 a 2020. Estas metas valem para os países desenvolvidos.O acordo visa substituir o Protocolo de Kioto e será decidido em dezembro, numa reunião na Indonésia.

A atmosfera recebe, atualmente, por ano, cerca de 3 milhões de toneladas de dióxido de carbono. Estas emissões são a principal causa do Efeito Estufa.

Os cientistas reunidos emViena querem o abandono das fontes de energia fósseis, apontando para o uso das energias limpas das hidroélétricas e alternativas como a eólica (vento) e solar além das usinas nucleares. Esta última opção mereceu críticas da parte do Greenpeace, considerando-a um retrocesso.Na Alemanha, 17 usinas nucleares serão desativadas até 2020.

A produção industrial no Brasil representa 3% das emissões mundiais de carbono, índice baixo em relação aos demais países. Grande parte das emissões brasileirasvem das queimadas.

IBGE divulga alguns resultados do último censo

O IBGE anunciou a população do País até 2006: 187 milhões de brasileiros. Ficou constatado aumento dos idosos e queda no índice da natalidade. O Brasil tem 15 milhões de analfabetos. 6 milhões de brasileiros saíram da miséria, entre 2005 e 2006. Apenas 4,9% dos municípios brasileiros investem em cultura, segundo o IBGE.

Revista especializada dos EUA adverte que a poluição do ar agrava os problemas cardíacos. As artérias sofrem danos comprometendo o sistema cardiovascular.Em São Paulo 8 pessoas morrem por dia de doenças pulmonares associadas a poluição do ar.

Deputado Estadual André do PV denuncia que aterros sanitários em Duque de Caxias e São Gonçalo recebem lixo hospitalar. Tal lixo deveria estar sendo incinerado.

Pensando no futuro

A China está promovendo o uso de bicicletas para combater as emissões de dióxido de carbono. A população chinesa só perde para os EUA em número de aquisição de veículos.

O uso de energia solar no mundo cresceu 45% no ano passado e da energia eólica 25%. Um modelo compacto para a geração de energia eólica, adequado a residências, foi apresentado em uma feira de robótica, na Alemanha. Simples de usar, o modelo tem a solução do futuro, no presente.

O Vaticano vai plantar um milhão de árvores em sua propriedade de campo, praticando compensações em favor do meio ambiente.

Carro híbrido da Porsche, com motor elétrico e a gasolina, estará no mercado a partir de 2009.

Os carros no México

Na cidade do México, 3 milhões de veículos circulam todos os dias pela cidade. O transito anda a 10 quilômetros por hora e tornou-se insuportável, levando as autoridades a tomarem severas medidas afim de diminuir a quantidade de carros nas ruas.

Rio das Ostras trabalha pelo saneamento

Rio das Ostras tinha 30 mil habitantes no ano de 200 e atualmente conta com 70 mil habitantes. O saneamento atinge ainda somente 5% da população. APrefeitura está fazendo um grande investimento em obras para a implantação de sistema de esgotos e pretende, em 17 meses, levar este benefício para 50% da população. O esgoto será lançado no mar por emissário submarino.

Estado de São Paulo

A Prefeitura de São Paulo negocia 881 mil toneladas de carbono em créditos no valor de 33 milhões de reais pelas reduções de poluentes no aterro sanitário dos Bandeirantes, onde produz energia a partir do gás metano, poderoso causador de efeito estufa.

No estado de São Paulo verifica-se a acelerada mecanização da agricultura da Cana de Açucar. A máquina colheitadeira substitui o trabalho de 100 boias frias. Sendo o Estado o dono do maior canavial, houve aumento na produção e diminuição dos empregados.

Preservação das Terras Indígenas

AAssembléia das Nações Unidas, em setembro, apresentou redação dos direitos dos povos indígenas. Eua e Canadá votaram contra.

As mulheres Indígenas, reunidas em Agosto, em Belo Horizonte, lançaram um manifesto contra a pobreza das tribos. A população indígenas brasileira é de 730 mil, sendo que 300 mil habitando áreas urbanas e 430 mil em reservas.

Dia 21 de setembro, o presidente Lula anunciou a aplicação de 550 milhões para localidades de menos de 50 mil habitantes no norte e nordeste, beneficiando populações Quilombolas e indígenas. Desses recursos sairá a desocupação e realocação dos inasores das terras indígenas. Lula prometeu também a criação de mais 17 reservas indígenas. Lula afirmou também que 65% das florestas brasileiras estão preservadas.

Novas medidas no Estado do Rio de Janeiro

468 mil reais serão repassados aos municípios fluminenses pela SERLA para a proteção e melhoria dos recursos hídricos.

AAssembléia Legislativa do Estado do Rio aprovou no dia 11de setembro um dos principais projetos da área ambiental do Governo Sérgio Cabral: a criação do Instituto Estadual do Ambiente (Inea). O secretário de Meio Ambiente, Carlos Minc, afirmou que o órgão é um importante instrumento de defesa do meio ambiente do Rio de Janeiro.Segundo Carlos Minc, o Inea possui três importantes pilares: a fusão dos atuasórgãos da área – Feema, Serla e IEF, a simplificação das etapas de licenciamento ambiental, com a conseqüente diminuição da burocracia e da corrupção, e a promoção de concurso público até o fim do ano, com a contratação dos novos funcionários prevista para janeiro de 2008.

– “O objetivo do Inea é transformar três órgãos fracos em um órgão forte. Mas sem pessoal capacitado, isso será impossível. Por isso, a importância do concurso, que nenhum dos três órgãos nunca realizou “– disse.

Dentre as 245 vagas criadas, 185 serão para profissionais de nível superior, com salários em torno de R$ 2 mil, para cargos como de químicos, biólogos, geógrafos, engenheiros de diversas categorias, dentre outros. Para nível médio, serão oferecidas 60 vagas para técnicos em química, em computação, dentre outros, com salário de cerca de R$ 1 mil. O texto passará pela Alerj e seráencaminhado para ser sancionada pelo governador Sérgio Cabral.

Direitos do animais

Deputado na câmara apresenta projeto para proteger animais usados em experimentos nas Universidades. Macacos e coelhos estariam sendo usados sob exaustão e sofrimentos, infringindo o Código de Defesa dos Animais.

Em Campinas, a prefeitura sacrificou 28 cães. Defensores dos animais foram contra, reclamaram de não terem sido consultados, afim de procurarem encontrar uma alternativa a matança. Nesta cidade, os cachorros da raça Pitbull terão que ser castrados e os donos estarão sujeitos a multas caso não o façam.

Em Belo Horizonte, os cães da raça Pitbull, Doberman e Rotweiler terão de usar micro-ships para serem mantidos sob vigilância.

Mais biodiversidade...

Existem no planeta 25 mil espécies de orquídeas. A imensa variedade, acreditam os botânicos, deve-se a inter-relação da planta com os diversos tipos de abelha.

Economia de energia

Standby de aparelhos eletrônicos ocasionam um desperdício de até 20% de energia nas residências. O certo é desligar os aparelhos na tomada de força.

Por: ForumSec21