21/06/2007 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Hidroponia é boa para o consumidor, para o produtor e para o planeta

A palavra hidroponia vem dos radicais gregos hydro = água e ponos = trabalho. Apesar de ser uma técnicamuito antiga, com registros até nos Jardins Suspensos da Babilônia, o termo hidroponia só foi utilizado pela primeira vez pelo Dr. W. F. Gerke, em 1930. A Hidroponia comercial data da segunda guerra mundial. O investimento se deu para alimentar os soldados.

A Hidroponia é um sistema de cultivo, dentro de estufas sem uso de solo. Os nutrientes que a planta precisa para desenvolvimento e produção são fornecidos somente por água enriquecida (solução nutritiva) com os elementos necessários: nitrogênio, potássio, fósforo, magnésio, dissolvidos na forma de sais. Basicamente qualquer água potável para consumo humano serve para hidroponia.

COMO FUNCIONA?

As plantas são cultivadas em perfis específicos, 80 cm acima do solo, por onde circula uma solução nutritiva composta de água pura e de nutrientes dissolvidos de forma balanceada, de acordo com a necessidade de cada espécie vegetal. Esses perfis provêm o meio de sustentação para as plantas, sem necessidade de pedrinhas ou areia. A solução nutritiva tem um controle rigoroso para manter suas características.

QUAIS AS VANTAGENS DA HIDROPONIA?

O produto final cultivado em hidroponia é de qualidade superior, com aproveitamento total, pois é cultivado em estufa protegida e limpa, livre das variações do clima, dos insetos, animais e outros parasitas que vivem no solo.

O QUE SE PODE CULTIVAR POR HIDROPONIA?

Praticamente tudo. Hoje em dia a alface ainda é a mais cultivada, mas pode-se plantar brócolis, feijão-vagem, repolho, couve, rúcula, salsa, melão, agrião, pepino, beringela, pimentão, tomate, arroz, morango, forrageiras para alimentação animal, mudas de árvores, plantas ornamentais, entre outras espécies.

QUAIS AS VANTAGENS PARA O CONSUMIDOR?

· As plantas não entram em contato com os contaminantes do solo como bactérias, fungos, lesmas, insetos e vermes.

· As plantas tem melhor aparência e melhor índice de aproveitamento. São mais saudáveis, pois crescem em ambientes controlados procurando atender as exigências da cultura.

· Todo produto hidropônico é vendido embalado, não entrando em contato direto com mãos, caixas, caminhões etc.

· Ataque de pragas e doenças é quase inexistente, diminuindo ou eliminando a aplicação de defensivos.

· Pela embalagem o consumidor pode identificar: marca, cidade da produção, nome do produtor ou responsável técnico, características do produto e telefone de contato.

· Os vegetais hidropônicos duram mais na geladeira e fora dela, pois permanecem com a raiz. Se o consumidor tiver o cuidado de colocar o alimento em uma bacia de água e for tirando as folhas aos poucos, o produto pode durar até uma semana.

QUAIS AS VANTAGENS PARA O PRODUTOR?

O produtor de cultivos hidropônicos trabalha com uma tecnologia moderna, limpa e com muitas vantagens, veja:

- Quando chove, não se perde a produção.

- Maiores higienização e controle da produção; baixo risco climático.

· A planta cresce mais saudável e, por estar longe do solo, menos sujeita a infestação

· A produção é contínua, se faz durante todo o ano por ser um cultivo protegido

· Alta Produtividade: um único empregado pode cuidar de mais de 10.000 plantas. O custo de manutenção (empregado, água, luz, frete etc.) para o cultivo de alface, por exemplo, está em torno de R$ 0,15 por pé. A ergonometria é muito melhor, pois se trabalha em bancadas. O trabalho é mais leve e mais limpo em relação ao plantio no solo.

· Não há desperdício de água e nutrientes. A economia de água em relação ao solo é de cerca de 70%

· A produtividade em relação ao solo aumenta em cerca de 30% .

· O retorno do investimento se dá entre 6 e 8 meses

· Por ser colhida com raiz, a sobrevida da planta hidropônica é muito maior que a da cortada no solo.

· Estão eliminadas operações como: aração, gradeação, coveamento, capina, bem como a manutenção dos equipamentos utilizados nestas operações.

· A produtividade, a uniformidade e a qualidade da cultura são maiores.

· Pode ser realizada em qualquer local, mesmo onde o solo é ruim para a agricultura.

· Um projeto comercial de 3.400 pés de alface/mês requer apenas 140m2.

· Não há preocupação com a rotação de culturas e o replantio é imediato após a colheita.

· Independendo da terra pode ser implantado mais perto do centro consumidor.

A principal vantagem para o planeta é sem dúvida a economia de água de até 70%.No fim, a água é utilizada para irrigação de outras plantas. O fato do aproveitamento superior por área também é muito importante, além do fato evidente de pouparmos o solo.

A CHÁCARA DA MONTANHA É REFERÊNCIA NO PLANTIO HIDROPÔNICO DA REGIÃO SERRANA

Kurt Kaufmann Junior é o engenheiro agrônomo responsável pela produção da Chácara da Montanha sediada em Bom Jardim e que produz para vários estabelecimentos da região. Com Mestrado em Fitotecnia, desde pequeno, Kurt gostava de mexer com plantas, talvez em virtude da família sempre ter morado em sítios. Em 1995, começou a trabalhar com Hidroponia produzindo Alfaces para o Rio de Janeiro. Com as dificuldades trazidas pelos atravessadores, optou por produzir somente para a região e começou a diversificar a produção.

Hoje, a Chácara da Montanha produz uma grande variedade de produtos: Alfaces, Agrião, Rúcula, Manjericão, Aipo, Vagem Pepino, temperos, etc.

Os produtos da Chácara da Montanha podem ser encontrados no Superpão, no Supermercado Herthal de Bom Jardim, Cordeiro e Cantagalo. Em Mury, na Padaria, no Castroe na Casa das Frutas. Pode ser consumido também no Restaurante Le Bon Bec que oferece a seus clentes verduras de alta qualidade.

Por: ForumSec 21