12/05/2014 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Prefeitura compra Fábrica Ypu

Segundo notícia divulgada no Jornal A Voz da Serra do dia 26 de abril, na seção Bastidores da Política, a informação teria vindo a público através do líder do governo na Câmara Municipal, vereador Alexandre Cruz, durante a sessão de quinta-feira, 24. Segundo esta informação a Prefeitura de Nova Friburgo adquiriu, no leilão da Justiça do Trabalho de Nova Friburgo realizado no mesmo dia, ao custo de “aproximadamente R$ 14,5 milhões”, o imóvel da fábrica Ypu. O complexo, avaliado em R$ 28,7 milhões, com 30.067 metros de área construída distribuídos por 330 mil metros quadrados, já havia ido a leilão anteriormente e há tempos vem sendo cogitado para a instalação de um campus universitário público, abrigando, em especial, o aguardado curso de Medicina.

As informações divulgadas até o momento ainda não esclarecem exatamente o que foi adquirido, se somente o imóvel ou toda a firma, nem tampouco a origem dos recursos ou a forma de pagamento. A respeito dessas dúvidas, e também do destino que será dado ao local, o comunicado produzido pela Secretaria de Comunicação reproduz declaração do prefeito Rogério Cabral, afirmando que “assim que for feito o depósito do valor e a Justiça do Trabalho confirmar a negociação, iremos convocar uma coletiva para divulgarmos a destinação que daremos ao imóvel”.

A nota afirma ainda que “o prefeito Rogério Cabral pretende utilizar parte do imóvel para a instalação de uma universidade pública, inclusive com a implantação de um curso de Medicina. A outra parte do imóvel abrigará vários setores da Prefeitura, como as Secretarias de Obras e Serviços Públicos, além da Autran (Autarquia Municipal de Trânsito), entre outros. Vários departamentos, tais como almoxarifado das Secretarias de Saúde e Educação, também serão transferidos para o prédio da Fábrica Ypu”.

Com o arremate do prédio da fábrica Ypu, a Justiça Federal pretende encerrar processos judiciais quitando dívidas herdadas da antiga administração da empresa junto à União, principalmente a Previdência Social.

Por: A Voz da Serra