05/06/2013 Noticia AnteriorPróxima Noticia

A “Casa dos Saberes” realiza um trabalho de referência em sustentabilidade na região de São Pedro da Serra e Lumiar

A Casa dos Saberes fica na rua principal de São Pedro da Serra. Está sendo construido um galpão com técnicas de bioconstrução, em regime de mutirão comunitário, que irá abrigar atividades maiores, além de servir para divulgação de novas tecnologias voltadas à sustentabilidade, com a construção de fossa séptica, composteira e horto com espécies da região.

Uma casa de beira de rua, daquelas com todo jeitinho de roça, engana quem passa. Ali não mora uma velhinha cheia de histórias de um tempo que recorda com saudades. Mas pulsam, e bem vivas, as tradições de vários tempos. É a casa do encontro do que é antigo, mas nunca deveria ter deixado de ser atual, com o que é moderníssimo e só pensa em somar e preservar.

Desde 2011, a “Casa dos Saberes” é o abrigo de projetos socioambientais voltados para a comunidade de São Pedro da Serra e arredores. Ali recebem acolhida, crescem e prosperam saberes em áreas tão distintas – e tão interligadas – como a educação ambiental, cultura, agroecologia, culinária, bioconstrução, psicologia, artesanato, turismo, direito do consumidor e economia solidária.

A Casa dos Saberes não surgiu do nada. Ela possui raízes num projeto mais antigo, a Cooperativa de Consultoria, Projetos e Serviços em Desenvolvimento Sustentável (Cedro), fundada há 14 anos por profissionais dedicados a causas socioambientais relacionadas ao desenvolvimento rural. Entre 2008 e 2009, a sócia-cooperada da Cedro, Lia Caldas (advogada e especialista em Educação Ambiental, mestranda no Programa de Pós-Graduação em Práticas em Desenvolvimento Sustentável da UFRRJ) estreitou seus laços com a comunidade escolar de São Pedro da Serra ao elaborar e coordenar, em conjunto com o corpo docente e discente do Colégio Estadual José Martins da Costa, o projeto Mapeando Tesouros na Trilha da Sustentabilidade. O projeto foi vencedor da primeira edição do Prêmio Nacional “Minha Comunidade Sustentável”, promovido pela revista Carta na Escola em parceria com a ONG Ação Educativa e se tornou um marco para a educação ambiental da vila, realizando também atividades na Escola Municipal de São Pedro da Serra.

Partindo para a sustentabilidade

A partir daí, ficou clara a necessidade de um espaço próprio para a sensibilização e promoção de práticas sustentáveis. A Casa dos Saberes se tornou, então, um iluminado palco para cursos, oficinas, palestras, exposições, rodas de conversa e vivência dos vários saberes e sabedorias que abriga. À Lia Caldas, se juntaram Reinaldo Queiroz, produtor cultural, músico e vocalista do grupo Nó Cego, bio-construtor com experiência em trabalhos com bambu e Juliano Palm, historiador, pesquisador e Mestre em Ciências Sociais (CPDA/UFRRJ).

A Casa dos Saberes realiza, semanalmente, uma atividade inovadora, o “Anti-Mofo das Ideias” que promove encontros entre mulheres da comunidade, acompanhados pelas psicólogas Mariane Elliot e Margareth Coelho Gonçalves. Oferece ainda, todas as semanas, consultorias gratuitas em Direito do Consumidor, com o advogado Rogério Ferreira, especialista no tema, para tirar as dúvidas e orientar moradores, comerciantes e agricultores a conhecer e defender seus direitos. A casa acolhe ainda demandas e propostas as quais dá a forma de projetos capazes de captar recursos e se viabilizarem, através da iniciativa “Projetando Sonhos”.

Projetos de agricultura familiar

Além dessas atividades, a Casa dos Saberes tem um carinho especial pelo projeto “Sensibilização e Promoção de Práticas Sustentáveis com Base na Agricultura Familiar na Região Serrana do Rio de Janeiro”. Realizado em parceria com o Grupo de Pesquisa CINAIS/CPDA/UFRRJ e financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro – FAPERJ, o projeto reuniu entrevistas com 100 agricultores e estabelecimentos comerciais de São Pedro da Serra e adjacências. O esforço conseguiu mapear o que é produzido pelos agricultores da região – tipo, quantidade, valor, entre outras informações – e também como o mercado local absorve produtos agropecuários, apontando ainda, o caminho percorrido por esta produção até a ponta do consumo e colhendo opiniões sobre como estreitar os laços entre o produtor agrícola e o comércio local.

Para Lia Caldas, os frutos colhidos até agora pela Casa dos Saberes são apenas indicadores de um caminho aberto pela frente, que ainda tem muito a oferecer:

- “Neste momento estamos realizando apresentações dos resultados do Projeto para a Comunidade local, com vistas à dinamização e estruturação comunitária e participativa de circuitos curtos de mercado na região. No mesmo projeto, ainda serão realizados um conjunto de atividades de Educação Ambiental, com vistas à sensibilização e mobilização comunitária acerca da temática ambiental e da importância da transição agroecológica, as quais serão desenvolvidas até o mês de fevereiro de 2014. E neste mês de maio, em parceria com a empresa Adnet Florestal, iniciamos com muita alegria e empolgação o “Programa de Educação Ambiental: Monitoramento dos Mananciais da Microbacia do Rio São Pedro – CBH Macaé e das Ostras”, que visa a implementação dos laboratórios de água, geoprocessamento e de linguagens no Colégio Estadual José Martins da Costa, em São Pedro da Serra, para monitoramento da água da região, noções e diálogos sobre adequação e gestão ambiental das propriedades e para atividades de comunicação e educação ambiental. Estamos ativos em busca de um mundo melhor”, detalha Lia Caldas.

Atividades da Casa dos Saberes:

Atualmente, a Casa se dedica principalmente a importantes atividades:

1 - CAPACITAÇÃO DOS ESTUDANTES da rede pública de ensino sobre os conceitos e métodos relacionados à gestão ambiental sustentável, a partir da análise crítica da situação atual dos contextos sociais em que estão inseridos;

2 - PROMOÇÃO DE EVENTOS para e com as comunidades que estimulem a construção de consciência crítica para que atuem como atores protagonistas na elaboração, defesa e execução de propostas para o desenvolvimento local em bases sustentáveis;

3 - DIVULGAÇÃO de métodos agroecológicos e demais práticas sustentáveis construídas em diferentes regiões, ressalvando a importância da biodiversidade existente, promovendo a transição dos atuais padrões sócio-produtivos para efetivos sistemas sustentáveis que conciliem a melhoria da qualidade de vida da população local com a conservação ambiental;

4 - CAPACITAÇÃO DOS EDUCADORES atuantes na rede de ensino público objetivando a inserção curricular da temática socioambiental e da EA nas disciplinas oficiais, com vistas a estimular trabalhos inter e transdisciplinares.

A Casa dos Saberes já realizou uma série de ações nas áreas cultural, social, política e ambiental voltadas para São Pedro da Serra e região. Dentre estas, destacam-se:

LANÇAMENTO DOS LIVROS “Ruralidades Contemporâneas: Modo de Viver e Pensar o Rural na Sociedade Brasileira”, da Professora Doutora Maria José Carneiro (CPDA/UFRRJ); e “Agricultura Familiar Camponesa na Construção do Futuro” do Mestre em Agroecologia e Diretor da AS-PTA Paulo Petersen;

PARTICIPAÇÃO NA CÚPULA DOS POVOS NA RIO + 20 com o projeto do Painel Interativo “Vivendo com, na e da Mata Atlântica”, construção conjunta com o Grêmio Estudantil do Colégio E. José Martins da Costa, apresentado na Cúpula dos Povos na Rio+20, realizada na capital do Estado do Rio de Janeiro, em junho de 2012;

VISITAS AO SÍTIO TERRA ROMÃ, que produz mudas de espécies nativas da Mata Atlântica, com estudantes da região;

DEBATES POLÍTICOS entre a comunidade e candidatos a vereador de Nova Friburgo nas eleições de 2012;

LANÇAMENTO DO DVD ‘REZAS E ERVAS’ produzido pelo Ponto de Cultura Oficina Escola Mãos de Luz (Lumiar - Nova Friburgo/RJ), com debate entre a comunidade e erveiros e rezadeiras da região;

LANÇAMENTO DO DVD “AGRICULTORES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO”, produzido pelo Instituto de Imagem e Cidadania RJ Ponto de Cultura Rural Sobrado Cultural (Santo Antônio - Bom Jardim/RJ), e debate com a comunidade;

LANÇAMENTO DO CURTA “HOJE TEM ESPETÁCULO” de Lucas Miranda, com Fabiano Freitas; o Palhaço Piter Cresht;

OFICINAS culinária com o Chef Brás; e de Capacitação em Feiras com Maria Mercante (SEBRAE);

ATIVIDADES DE CAPACITAÇÃO E DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL realizadas em parceria com a Escola Municipal de São Pedro da Serra, para professores e alunos;

RODA DE CONVERSA entre agricultores da região e Jovelina do Sítio Cultivar;

BAZAR para levantar recursos aos animais desabrigados na catástrofe ocorrida na região Serrana em janeiro de 2011;

APRESENTAÇÃO MUSICAL da Banda Pathus, com Clément Mombereau, Mathias Mafort, Marcilio Pereira, Michael Moreaux e Wagner Santos; do cantor e musicista Milton Sivans; e de Irineu Fernandes, integrante do Trio Catiço

BARRACÃO CARNAVALESCO nos carnavais de 2012 e 2013 a Casa dos Saberes abrigou diversos artesãos e artistas que confeccionaram bonecos e alegorias para o bloco carnavalesco “São Pedro Também Tem” e promoveu o evento “Sarau de Carnaval – 2013”, com apresentação de mágicos, artistas e inúmeros músicos.

Mais informações sobre a Casados Saberes nos telefones: 22-9838-5102, 21-9654-9400 e 22-99615868. O espaço fica na Rua Rodrigues Alves 455, SPS

Matéria realizada pelo jornalista João Carlos Leal

Por: ForumSec21