02/04/2013 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Governo federal autoriza 26 obras de reconstrução em Nova Friburgo

Pacotão é de R$ 96,2 milhões já creditados na conta da Secretaria Estadual de Obras e Inea/Rio

A ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, autorizou a liberação de R$ 96,2 milhões para a realização de 26 obras de reconstrução em Nova Friburgo, o município mais devastado na tragédia climática de 2011. A informação foi antecipada pelo colunista de A Voz da Serra, Giuseppe Massimo, no último fim de semana. As obras serão coordenadas pelo Ministério das Cidades que já fez o crédito na Caixa Econômica Federal nas contas da Secretaria Estadual de Obras e Instituto Estadual de Ambiente (Inea/Rio), que ficarão com a responsabilidade de licitar as obras. A previsão é que as 26 obras sejam iniciadas entre julho e agosto deste ano.

O governo federal chegou a cogitar na semana passada repassar o valor de R$ 96,2 milhões diretamente para a Prefeitura de Nova Friburgo assumir a responsabilidade pela licitação e acompanhamento das obras, porém, esta proposta foi descartada pela própria presidenta da República, Dilma Rousseff. Ela disse que a transferência direta para o município poderia gerar novos atrasos no início das obras, já que seria necessário reiniciar os 26 processos burocráticos. As licitações serão feitas individualmente e as empreiteiras serão escolhidas pelo critério de “menor preço ou maior desconto”.

O pacotão de reconstrução autorizado pelo governo federal prevê as seguintes obras: contenção de encosta na Rua Salvador Heggendon, em São Geraldo (R$ 2,7 milhões); contenção de encosta na Rua Joaquim Augusto dos Reis, em São Geraldo (R$1,7 milhão); contenção de encosta entre a Rua Joaquim Augusto dos Reis com Rua Aracruz, em São Geraldo (R$1,9 milhão); contenção de encosta na Rua Satilde C. Gomes, em São Geraldo (R$ 2 milhões); contenção de encostas nas ruas José Alves Teixeira até Carlos Condack e das ruas Ricardo Antunes e Ricardo Santos e Farmacêutico Saturnino Pereira (R$ 2,4 milhões); contenção de três encostas na Rua José Poleti, no Rui Sanglard (R$ 3,2 milhões); contenção de encosta na Rua José Alcidino Pinto, no Rui Sanglard (R$ 1,8 milhão); contenção na Rua Antares, no Rui Sanglard (R$ 1,2 milhão); contenção de encosta na Rua Adelino Alves Amorim, no Rui Sanglard (R$ 1,7 milhão); contenção de encosta na Rua Alcindo Alves dos Reis, no Jardim Califórnia (R$3,8 milhões); contenção de encosta na Rua Bento Faria, no Jardim Califórnia (R$ 1,1 milhão); contenção de encosta na Rua Glória Matos, no Jardim Califórnia (R$ 900 mil); contenção de encostas nas ruas Francisca Primo Queiróz e José Afonso Queiróz, no Jardinlândia (R$ 2,7 milhões); contenção de encostas nas ruas David Marques dos Santos e Benjamin Constant, no Jardinlândia (R$ 1,5 milhão); contenção de duas encostas na Rua Andrade Neves, na Vilage (R$ 2,1 milhões); contenção de encostas na Rua Capitão Maia, no Morro dos Maias (R$ 4,3 milhões); contenção de encosta na Avenida dos Ferroviários (R$ 2,7 milhões); contenção de encostas na Rua Doutor Renato Arnaldo da Silva Lopes, no Solares (R$ 700 mil); Rua Manoel de Araújo Coutinho, no Parque Maria Tereza (R$1,7 milhão); Avenida Benjamin Constant, no Prado (R$ 7,3 milhões); contenção de encostas no Jardim Ouro Preto (R$ 4,4 milhões); contenção de encosta no Hospital São Lucas (R$ 1,8 milhão); contenção de duas encostas no Córrego Dantas (R$ 14,3 milhões); contenção de encostas na Rua Carlos Éboli, Centro (R$ 5,7 milhões); contenção de encostas na Estrada do Girassol (R$ 3,9 milhões); contenção de encostas na Rua Alberto Rangel, na Vila Nova R$ 18,7 milhões).

Mario Rangel

Por: A Voz da Serra