06/06/2012 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Em crítica a governantes, WWF adverte para fracasso da Rio+20

A organização World Wildlife Fund (WWF) advertiu nesta terça-feira para o risco de fracasso da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável Rio+20, devido à falta de compromisso e de liderança por parte dos governantes. O evento irá começar dentro de duas semanas.

“Neste momento estamos muito longe de onde deveríamos nas negociações”, manifestou em comunicado o diretor-geral de WWF, Jim Leape, que considerou no entanto que “os líderes mundiais ainda têm uma oportunidade única no Rio para colocar o mundo no caminho do desenvolvimento sustentável”.

Para isso, Leape afirmou que os dirigentes políticos têm que “dar um passo adiante de maneira drástica”. Como estão as coisas, temos dois cenários possíveis: um acordo débil e insignificante ou um fracasso absoluto”.

A WWF expressou sua preocupação pelo ocorrido neste fim de semana, quando as conversas entre os países se dividiram em 19 diálogos independentes, cada um deles com desacordos internos sobre a maneira e o processo a ser seguido na Rio+20.

“Os países ainda estão muito afastados uns dos outros para facilitar uma minuta de acordo significativo que possa ser aprovado pelos 120 chefes de Estado” na cúpula do Rio, afirmou a organização ambiental.

Para a WWF, o último texto sobre o qual se trabalha enfraquece o conteúdo das minutas anteriores, especialmente na área da valorização da riqueza natural e da proteção marinha e energética. O último relatório de WWF advertiu que seria necessário mais meio planeta para atender as atuais necessidades energéticas da população mundial.

A organização reconhece que as conversas da Rio+20 serão difíceis, mas considera que pelo menos os líderes devem conseguir um acordo “político claro que garanta a segurança alimentar, hídrica e energética para 2030″.

Por: Portal Terra