05/11/2010 Noticia AnteriorPrxima Noticia

Nova Friburgo no tem poltica pblica para os animais de rua

Situao de abrigos administrados por Ongs e voluntrios est muito dificil.Mais de mil ces esto sendo cuidados por cidados sensveis que no obtem nenhuma assistncia e ateno por parte do poder pblico municipal, nem sequer para a compra de rao. Este ano ainda no aconteceu a vacinao.

A relao entre o ser humano e os animais acompanha a prpria evoluo humana. Desde sempre os animais foram utilizados por ns de diversas formas, para a caa, domesticao,subsistncia e o uso na agricultura, como smbolos religiosos ou no comrcio.

Atualmente, a relao do homem com o co e com o gato reconhecida como um dos mais estreitos vnculos entre espcies na natureza. No por acaso que eles so chamados de animais de companhia ou de estimao, pois interagem em nveis mais profundos com o homem, de quem recebem e oferecem ateno, carinho, servios, e uma longa lista de benefcios - fsicos, emocionais, sociais. Mas ao trazer um co ou um gato para o seu convvio, o homem tambm assume compromissos que devem ser renovados a cada dia. Estudos mostram que em grandes centros urbanos no Brasil, existe um co para cada 5 habitantes - aproximadamente 10% deles em estado de abandono. Por falta de uma poltica pblica para o controle da natalidade, atravs da castrao e de conscintizaoda sociedade - pois o abandono de animais considerado crime - na grande maioria das cidades, os abrigos esto superlotados. Em geral nao h ajuda por parte de nenhum rgo governamental, no h voluntrios nem funcionrios suficientes, no h, na grande maioria das vezes, recursos financeiros para sustentar tantos animais abandonados. Se sobrevive de doaes e da boa vontade de umas poucas pessoas.

A situao de Nova Friburgo

Em Nova Friburgo, a situao no diferente. So mais de 1000 ces recolhidos em abrigos ou acolhidos porpoucas pessoas que contribuem com recursos prprios com a rao, a medicao e algumas castraes.

Emilene Diniz uma dessas voluntrias. Dona de uma banca de jornal, ela revela que desde criana tem um grande amor pelos animais, em especial pelos ces. No momento,banca com seu prprio dinheiro a hospedagem de 8 ces recolhidos das ruas da cidade, vtimas de atropelamento e maus tratos, alm de ajudar animais de outros abrigos. Ela ressalta a importncia da castrao, principalmente dos animais de pessoas mais carentes, considerando o alto custo do servio. Se no for feito um trabalho em conjunto da Coordenadoria de Bem Estar Aninal e da Secretaria de Assitncia Social, o problema s vai aumentar, desabafa.

Nova Friburgo precisa reconhecer o trabalho daCOMBINA e dos outros voluntrios.

Um trabalho de peso realizado em Nova Friburgo realizado pelaCOMBINA- uma OSCIP (Organizao da Sociedade Civil e Interesse Pblico) - que abriga e cuida de mais de 400 ces ces da cidade. Ceclia e Juliana Bevilacqua, me e filha, esto frente desse trabalho h 10 anos. Por dia so gastos cerca de 200 reais - somente com rao - o que d um total de 6000 reais por ms, masdesde dezembro de 2009, o governo municipal deixou de contribuir financeiramente com a ao da Combina. A organizao conta apenas com resursos prprios e com algumas doaes de voluntrios. Ns temos associados que ajudam com 1 real, e ns aceitamos, porque a situao est realmente muito difcil, revela Ceclia.

Mais histrias de gente sensvel

Uma outra histria de luta e amor pelos animais a de Cristina Pacheco. Ela trabalha como empregada domstica e, alm de sua me idosa e suas 2 filhas, cuida de 300 ces recolhidos das ruas de Nova Friburgo doentes, velhos ou vtimas de maus tratos. O canil, que fica na Fazenda da Laje est precisando urgentemente de obras, pois j existem mais animais do que o abrigo comporta. H 19 anos, a ao de Cristina tambm sobrevive de doaes e no recebe nenhuma ajuda pblica. Atualmente, ela est realizando a campanha Alimente um focinho carente.

Instituto UNIVIDA:

Um outro grupo de pessoas voluntrias que procura ajudar os animais est no Instituto Univida, que procura contribuir, principalmente, com a castrao dos animais, uma iniciativa muito importante para que no piore ainda mais a situao em nosso municpio. O Instituto mantm um bazar, funcionando todas as tardes de sbado, na Rua Cristina Ziede 23, no Centro, onde a arrecadao voltada para a castrao. O telefone para quem quiser ajudar o 8801-2153 (Adilson).

Adoo

Com pequenas aes tambm possvel ajudar a melhorar a situao dos animais. Como?Atravs da adoo. Em geral, quando pensamos em adquirir um animalzinho de estimao, a primeira coisa que vem nossa cabea aquele filhotinho fofinho. Mas no podemos nos esquecer que esses abrigos e instituies protetoras de animais dispem de inmeros animais j adultos, ces e gatos que esperam dia a dia por um lar que os acolha com carinho e comprometimento. A principal vantagem em adotar um co ou gato adulto em relao ao seu temperamento. Animais adultos normalmente so mais calmos, pois j tem seu temperamento definido. Aprendem muito rpido, principalmente animais que viviam abandonados, pois foram acostumados a se virar sozinhos pelas ruas.

Na quinta-feira dia 28 de outubro foi realizada a feira de Adoo de Filhotes de Ces no Colgio Nossa Senhora das Dores.

Para quem quer ajudar:

Combina: 2523 - 9295/ 9838-1272 -www.combina.org.br

Campanha Alimente um Focinho Carente doCanil da Cristina - 9931-2009.

Rachel Stutz

Por: ForumSec21