05/11/2010 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Feira da Terra: um movimento rumo ao fortalecimento da economia solidária em Lumiar

Feira da Terra: mais do que um evento cultural, um movimento rumo ao fortalecimento da economia solidária em Lumiar

Uma das principais formas de manifestação da economia solidária é a organização de feiras para a realização de trocas solidárias e venda direta de produtos orgânicos, agroecológicos e artesanais, constituindo-se também em significativos espaços para encontros, convívio, atividades culturais, troca de informações e disseminação de saberes.

Os princípios básicos da economia solidária são a autogestão, a democracia, a cooperação, a solidariedade, a preservação dos recursos naturais, a promoção da dignidade e a valorização do trabalho humano, tendo em vista um projeto de desenvolvimento sustentável global e coletivo.

O projeto da Feira da Terra, inaugurado em março deste ano em Lumiar, insere-se no movimento mundial por uma economia solidária, procurando contribuir na dinamização da economia local e na criação de um espaço de aglutinação das várias formas de manifestações artístico-culturais da região.

Na quinta edição da Feira da Terra, realizada nos dias 9 e 10 de outubro, as atividades culturais foram dedicadas principalmente ao público infantil, em homenagem ao mês das crianças. Infelizmente, durante o sábado, a chuva intermitente impossibilitou a realização de parte da programação cultural, colocando em pauta a necessidade de uma melhor estruturação do evento e um maior apoio do Poder Público e da sociedade local. Aproveitamos essa ocasião para realizar uma roda de conversa na Tipi, aberta a todas as pessoas presentes, para avaliarmos as principais necessidades e metas do projeto.

Apesar das dificuldades impostas pela chuva, conseguimos realizar o mutirão de Construção com Bambu e a contação da história “O Pingüim que chamava Pingüim Que Tinha Pé Frio”, por Carol Carvalho.

No domingo, a Feira da Terra teve início com uma saudação ao Sol na Oficina de Yoga, com Gabriel Motta e, em seguida, uma oficina interativa de Suco da Luz, com.Jorge Sol e Renan Paraíso. Enquanto isso, a crianças se divertiam, aprendendo a criar marionetes a partir de lixo reciclável, com a instrutora Luar Grinsberg, na Oficina de Reciclagem.

À tarde, a festa continuou com as Brincadeiras, conduzidas pelo grupo Aliança pela Infância, e o teatro “A Origem das Histórias”, de Cristina Moraes. Na sequência, a roda de músicas e ciranda, com Cristina Moraes.

Na abertura do palco do Sarau da Terra (lindamente decorado por Taynã Fontes), o Grupo Barô (Isaias Mostowski, Pedro Wrede, Taynã Fontes e Daneil Charbel) encantou a todos com uma viagem musical pelos ritmos étnicos orientais, ciganos, judaicos e árabes, trazendo vida e alegria

Todos puderam se deliciar com o almoço feito na Oficina de Alimentação Vegetariana, sob a direção de Zé Roberto, do Restaurante Caminho do Mar (RJ). Os almoço foi produzido com alimentos orgânicos e agroecológicos, doados pelos agricultores e comerciantes e distribuído gratuitamente a todos os presentes,

Agradecemos a todos os que colaboraram na realização dessa quinta edição, ajudando-nos a semear essa semente consciente com amor e responsabilidade. Convidamos a todos os que quiserem se unir as nós nesse movimento, que entrem em contato pelo email feiradaterralumiar@gmail.com ou pelos telefones (22)25426117 (Pedro e Tiaya) ou (22) 92876699 (Sandra).

Por: FórumSec21