10/08/2010 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Instituto Univida: Um jeito humano de promover o bem-estar animal

Instituto Univida, sediado em Nova Friburgo, desenvolve ações e projetos de preservação e proteção dos animais e meio ambiente.

Sérgio Bernardo

Como deixa explícito o documentário norte-americano Terráqueos, produzido em 2005 e narrado pelo ator hollywoodiano Joaquin Phoenix, nosso planeta não é local de habitação exclusiva dos seres humanos. Dividimos todo este imenso habitat com os demais seres dos reinos animal, vegetal e mineral. Somos todos terráqueos. A preservação e proteção dessas outras espécies cabe a nós, únicos, entre todos, com capacidade de unir pensamento e ação. E de dirigir esta união mente-corpo a objetivos diversos, que, num conjunto maior, reverterão para o benefício geral.

Terráqueos, já detentor de três prêmios, faz parte da 1ª Mostra de Filmes sobre a Proteção dos Direitos dos Animais e será exibido na quinta-feira, 22 de julho, às 18h. A mostra, que acontece desde maio no Centro de Arte de Nova Friburgo, irá até dezembro. Os próximos filmes terão exibição nos dias 18 de agosto, 2 de setembro, 28 de outubro, 18 de novembro, 9 e 16 de dezembro, sempre no mesmo horário. A entrada é franca. O Centro de Arte fica na Praça Getúlio Vargas 71, no Centro.

A mostra é mais uma das ações do Instituto Univida, ONG atuante em Nova Friburgo desde agosto de 2007 e criada com a intenção principal de desenvolver ações e projetos de preservação e proteção dos animais e do meio ambiente, bem como incentivar o consumo sem crueldade (alimentação vegetariana, uso de produtos que não façam testes em animais) e inserir a defesa dos animais como um dos focos da educação.

O instituto ainda não possui uma sede. Todos os encontros de trabalho e reuniões de diretoria acontecem na residência do atual presidente, Adilson de Souza Pacheco, com quem conversei numa fria manhã de inverno, rodeados pelos cinco cachorros da casa, a maioria adotada por ele. “Essa cadela (linda e muito bem cuidada, por sinal) nós da ONG fomos tirar de um cercado com espaço mínimo, onde ela vivia sobre lama e os próprios excrementos”, conta Adilson. “Estava pele e osso, nem parece agora a mesma que fomos resgatar”, acrescenta, afagando o pelo malhado e sedoso. Histórias parecidas todos os outros associados do Univida têm de sobra para contar.

Histórico das ações

Surgida a partir de uma mobilização contra os rodeios que vinham acontecendo no distrito friburguense de Conselheiro Paulino, há cerca de três anos, a ONG já trouxe para palestras em Nova Friburgo dois renomados juristas dedicados à causa dos direitos dos animais, o dr. Laerte Levai, de São Paulo, em 2008, e o dr. Carlos Cipro, fundador do movimento Eu odeio rodeios, no ano passado. Também em 2009, o Univida esteve presente, como grande apoiador, na feira de adoção de cães e gatos realizada pelo Colégio Nossa Senhora das Dores, na qual foram obtidos excelentes resultados. E já atuou, através de denúncias, em importantes casos de maus-tratos e abuso contra animais, como, por exemplo, cavalos e galos.

Ações presentes e futuras

Além da mostra que acontece até o fim do ano no Centro de Arte, o Instituto Univida pretende realizar, ainda em 2010, uma feira de adoção de animais domésticos, para o que está viabilizando recursos.

O instituto mantém um bazar funcionando todas as tardes de sábado na Rua Cristina Ziede 23, no Centro, cuja arrecadação é em grande parte revertida para a castração de animais carentes, serviço ainda recente, realizado há apenas três meses. “Os donos dos animais sem condições de arcar integralmente com os custos da cirurgia contribuem com o que podem, e nós, com a renda do bazar, completamos o restante” explica Adilson. Há um cadastro, e o objetivo é atender a todos os animais cadastrados. “Nosso bazar parece uma loja de departamentos”, brinca. “Temos desde roupas e calçados a utilitários e eletrodomésticos.” E são aceitas doações. Tudo o que estiver em boas condições de uso e puder ser comercializado é bem-vindo.

A ONG se dedica de corpo e alma em campanhas de adoção de animais domésticos, desenvolvidas através do Orkut (perfil e comunidade do Univida) e também por meio de sua mala-direta, em e-mails enviados a voluntários e simpatizantes, que, por sua vez, encaminham as mensagens a possíveis interessados nas adoções. Adilson relatou o caso de um pitbull abandonado em péssimas condições e que, após ter sido assistido em uma veterinária parceira, hoje está superbem, numa casa onde recebe o tratamento digno que deve ser dispensado a todos os seres que andam e/ou respiram sobre a Terra.

Associados e contatos

Além do presidente Adilson, o Univida tem na diretoria Juliano Kombat (vice-presidente), Valeska Bussinger Namen (secretária executiva), Diogo Melhorance Jonas (secretário administrativo), Claudia Regina da Silva (tesoureira), Betânia Pereira da Cruz e Irma Santos Marretto (ambas do Conselho Fiscal). Encontra-se aberto a novas adesões, e os interessados em se associar podem contatar o instituto pela Caixa Postal 97504 – CEP: 28601-970 – Nova Friburgo/RJ; e-mail institutounivida@yahoo.com.br; blog http://institutounivida.blogspot.com; e o telefone (22) 8801-2153, com Adilson Pacheco.

Por: FórumSec21