10/05/2010 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Estudo afirma que gelo flutuante está desaparecendo dos oceanos

A camada de gelo que flutua nos oceanos do planeta está mostrando um tendência constante de redução, concluiu um estudo publicado nesta semana no periódico Geophysical Research Letters.

O gelo vem desaparecendo de maneira constante nos últimos dez anos, de acordo com o estudo que é o primeiro a fazer esse tipo de medição.

Na última década teriam sido perdidos 7420 quilômetros cúbicos de gelo. Essa perda é maior do que a de todo o gelo sobre terra firme que desapareceu no mesmo período em regiões como Groelândia e Antártica.

“É uma quantidade gigantesca. Existe uma perda constante anual. Está sendo um processo muito rápido e que deve aumentar ainda mais nos próximos anos”, explicou Andrew Sheperd, da Universidade de Leeds, principal autor do estudo.

O derretimento do gelo que flutua nos oceanos não modificaria muito o nível dos oceanos, pois a massa desses blocos já está na água. Se todo o gelo flutuante derretesse, os níveis dos mares subiriam apenas quatro centímetros.

Mas o problema é que sem esse gelo, as grandes geleiras sobre terra firme derreteriam muito mais rapidamente, o que, ai sim, resultaria em um grande aumento no nível dos oceanos e em impactos para o clima mundial.

Por: Reuters