22/04/2010 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Fórum das grandes economias busca saída para financiamento climático

Os países mais ricos do mundo estiveram reunidos nos Estados Unidos nos últimos dias e um dos pontos mais discutidos foi como colocar em prática o financiamento prometido pelo Acordo de Copenhague para a adaptação às mudanças climáticas.

O Acordo fala em US$ 30 bilhões até 2012 para ajudar as nações mais pobres a se adaptarem e mitigarem os efeitos mais severos do aquecimento global, como enchentes, secas e tempestades.

Participaram do fórum 17 economias, incluindo China, Brasil e Índia, e muito também foi conversado sobre a próxima grande conferência do clima, no México, em novembro. Segundo Todd Stern, negociador climático dos Estados Unidos, todos esperam avanços no México, mesmo se um acordo global com força de lei não seja alcançado.

“Ainda existe muito apoio para a idéia de um tratado internacional, mas as pessoas já estão preparadas para caso ele não venha a acontecer”, explicou Stern.

Muito das negociações climáticas dependerão da aprovação da lei do clima que está no congresso norte-americano. No próximo dia 26 deverá ser apresentada uma nova versão da lei, elaborada pelos senadores John Kerry, Lindsey Graham e Joe Lieberman, a qual se espera que ganhe apoio dos democratas e republicanos e assim seja aprovada.

Fabiano Ávila

Por: CarbonoBrasil/Agências Internacionais