08/04/2010 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Discussão sobre poluição do Paraiba do Sul chega a Barra Mansa

A Comissão de Defesa do Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Rio promove hoje, no auditório da Universidade de Barra Mansa, na região do Médio Paraíba, uma audiência pública para cobrar as medidas compensatórias por parte de empresas que cometeram crimes ambientais nas margens do Rio Paraíba do Sul.

De acordo com o presidente da comissão, deputado André Lazaroni (PMDB), será discutido o caso da empresa Servatis, que cometeu o maior acidente ambiental da região, na madrugada do dia 18 de novembro de 2008, quando mais de 10 mil litros do agrotóxico endosulfan vazaram de um reservatório e mataram dezenas de toneladas de peixes.

– Está mais do que na hora de pedir providências em relação à Servatis. A empresa não recuperou a mata ciliar, não indenizou os 1.200 pescadores locais, não repovoou de peixes o rio e não pagou as multas ambientais – afirmou o parlamentar.

Esta é a segunda Audiência Pública promovida pela Comissão de Defesa do Meio Ambiente sobre o mesmo assunto, além de três vistorias feitas à empresa.

Foram convidados para o encontro a secretária de Estado do Ambiente, Marilene Ramos; o presidente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Luiz Firmino; o presidente da Servatis, Ulrich Meier, e o diretor do Parque Nacional de Itatiaia, Walter Behr, dentre outros.

Por: Correio do Brasil / Jornal do Meio Ambiente