25/02/2010 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Danos ambientais das 3 mil maiores empresas do mundo custam US$ 2,2 trilhões anuais

Um estudo inédito da ONU, revelado pelo jornal britânico Guardian, revelou que a poluição e outros danos ambientais causados pelas 3 mil maiores empresas de capital aberto do mundo em 2008 custaram US$ 2,2 trilhões.

Se fossem financeiramente responsabilizadas por esse passivo ambiental essas companhias perderiam um terço de seus lucros, em média. O valor corresponde entre 6 a 7% do volume de negócios desses empreendimentos.

Mais da metade desse montante é referente à emissão de gases causadores do efeito estufa. Entre os demais passivos ambientais, os principais são a poluição do ar e o usoelevado de água nos processos produtivos.

O objetivo do relatório, que deve ser publicado em meados de 2010, é fomentar a redução do impacto ambiental dessas companhias entre empresas, lobby e investidores antes que os governos criem restrições fiscais ou legais as suas operações.

Segundo o Guardian, ainda esse ano, outro estudo tentará estabelecer o preço desses danos ambietais e propor formas de evitá-los.

Por: Revista Sustentabilidade / Jornal do Meio Ambiente