27/10/2009 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Congresso estimula cultura de paz entre jovens curitibanos

Começou na segunda-feira (26/10) em Curitiba (PR) o 2° Congresso Nós Podemos Paraná que reúne representantes de projetos e entidades ligadas à prevenção da violência, estimulando o protagonismo juvenil nas ações de paz. O evento é aberto ao público e encerra quarta-feira (28/10). O intuito é ressaltar a importância dos jovens exercerem atividades que visem à cultura de paz, reduzindo a violência entre eles, principalmente no ambiente escolar.

De acordo com Adriana de Araújo, coordenadora técnica do Projeto Não-Violência, é fundamental acreditar no protagonismo juvenil nas ações de combate à violência. "O jovem precisa ser acreditado", enfatiza. "É comum ouvirmos um discurso que diz que a juventude não quer nada, não tem responsabilidade, mas o que falta é oportunidade e crédito para os jovens", declara.

Trabalhando na mediação de conflitos, o Não-Violência visa orientar o jovem a resolver seus conflitos pacificamente. Adriana ressalta que o instinto agressivo, por exemplo, é uma característica do comportamento humano, mas a maneira de lidar com isso é que faz a diferença. "Não podemos falar que apenas o jovem tem um comportamento agressivo. Muitas vezes isso é o que ele recebe dentro de casa", declara.

O Projeto Tribos de Paz, uma iniciativa da Ong Não-Violência, é uma oportunidade que os jovens têm de promoverem debates e ações que coloquem em foco a problemática da violência e ações de paz. Nesta ação, jovens que tenham facilidade para liderança são escolhidos nas escolas, para, em horário diferente da sua aula, agirem em prol da paz. "Os jovens se comunicam e se entendem melhor", esclarece.

Mas a mudança não acontece de um dia para o outro, diz Adriana. Ela defende que projetos como esse devem ser iniciativas a longo prazo, já que a mudança cultural leva tempo. "Queremos que as escolas participem das ações, mas, principalmente, queremos que elas (escolas), desenvolvam também atividades a longo prazo", declara.

Na ocasião será reforçado o Prêmio Internacional Jovem da Paz que está com inscrições abertas para todo o Brasil. A iniciativa reconhece projetos de jovens com idade entre 15 e 35 anos, atuantes em causas sociais e que desenvolvam ações de paz. As inscrições vão até 09 de novembro e podem ser feitas no site www.jovemdapaz.com.br.

Projeto Não-Violência

O projeto Não-Violência é uma Ong internacional suíça que está sediada no Brasil, na cidade de Curitiba. Há dez anos a entidade trabalha a fim de reduzir e prevenir a violência escolar.

Para que isso seja possível, a entidade oferece cursos de capacitação ligados à temática para educadores e gestores escolares através de metodologia que possibilitem praticar ações com os jovens dentro da sala de aula. Os trabalhos são direcionados às escolas públicas.

Embora tenham alto fluxo de demanda de diversas regiões do país, a Ong atua apenas na região de Curitiba. Para que pessoas de outras cidades e estados possam participar das capacitações, foi criado em 2006, o Centro de Capacitação. Os interessados devem se dirigir até a sede da entidade e custear as despesas. As inscrições podem ser feitas no site www.nospodemosparana.org.br/congresso

Mais informações através do blog http://premiojovemdapaz.blogspot.com;

Twitter http://twitter.com/jovemdapaz ou Orkut - comunidade Prêmio Jovem da Paz

Por: Adital