27/10/2009 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Série de reportagens desvenda problema das queimadas na Amazônia

Para entender melhor o problema dos incêndios na maior floresta tropical do planeta, as jornalistas

A séria "A Trajetória da Fumaça", produzida pelas jornalistas Andreia Fanzeres e Cristiane Prizibisczki , está entre os seis finalistas do prêmio Earth Journalism Awards, na categoria florestas, depois de ser selecionado entre outros 907 projetos inscritos, de 148 países.

De uma maneira clara e em formato multimídia, a série apresenta uma radiografia do fogo na Amazônia para que, à luz das discussões da Conferência do Clima (COP-15) das Nações Unidas, que acontecem em menos de dois meses em Copenhague, na Dinamarca, seja possível entender a responsabilidade e os desafios do Brasil na mesa de negociações.

Hoje, o desmatamento e as queimadas na Amazônia estão no centro do debate. Eles são responsáveis por 75% do total de emissões do país, segundo o levantamento oficial do Brasil, em vigor.

A série, realizada com apoio do programa Becas AVINA,traz cinco capítulos que contam, por meio de textos, fotos, vídeos e infográficos, a rota dos acontecimentos que colocam o Brasil nesta posição, desde a decisão de queimar, até as plumas que mudam o regime de chuvas em grande parte do país.

Para concretizar este trabalho, as jornalistas do Portal "O Eco" colocaram o pé na estrada. Em nove meses de pesquisas e entrevistas, viajaram por Acre, Mato Grosso, Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo. Dirigiram pelas estradas empoeiradas do arco do desmatamento em deslocamentos que podiam durar de quatro a dez horas. Mais de onze horas de entrevistas foram gravadas em vídeo e em áudio.

O resultado do trabalho também ganhou uma versão em inglês. Para conferí-lo, acesse o site www.trajetoriadafumaca.com.br

Por: CarbonoBrasil/O Eco