03/03/2009 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Worldwatch Institute publica relatório "Rumo a um mundo aquecido".

O aquecimento global é o tema do Estado do Mundo 2009, relatório anual publicado pelo Worldwatch Institute. Com o título “Rumo a um mundo aquecido” (Into a Warming World), a publicação levanta uma questão fundamental: o que devemos fazer no século 21, especialmente em 2009 e nos próximos anos, para tornar o futuro possível em um cenário climático possivelmente catastrófico?

O Estado do Mundo 2009 faz um balanço das pesquisas e das políticas relacionadas com o aquecimento global, com a colaboração de pensadores, cientistas e ativistas de todo o mundo, com o objetivo de apontar caminhos que possam inspirar países ricos e pobres a enfrentar o problema. A publicação examina a próxima geração de tecnologias e mostra o que há de mais promissor para eliminar gases de efeito estufa ou removê-los da atmosfera. Aborda também estratégias inovadoras para o enfrentamento das consequências das mudanças climáticas, sobretudo nos países mais pobres, além de idéias para a sobrevivência do mundo natural às alterações do clima.

Um dos capítulos, que contou com a colaboração do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM), traz o tema Agricultura e Uso da Terra para Esfriar o Planeta. Escrito por Sara J. Scherr e Sajal Sthapit, o capítulo mostra ações que podem ser desenvolvidas para diminuir as emissões vindas das práticas agrícolas e do desmatamento, responsáveis por 15 bilhões de toneladas/ano de CO2 equivalente, o que equivale a 31% das emissões.

O texto descreve cinco estratégias para tornar as práticas relacionadas ao uso da terra mais amigáveis ao clima do planeta: o enriquecimento de carbono do solo, através de sistemas de cultivo de alto-carbono; promoção de práticas de pecuária com menos emissões; proteção do carbono retido nas florestas e pastagens naturais; e restauro da vegetação em áreas degradadas. Práticas relacionadas à agricultura orgânica e agrofloresta estão entre as recomendações. A valorização econômica das florestas, assim como mecanismos que remunerem as populações tradicionais que mantenham esses estoques de carbono também estão entre as sugestões.

Por: Clima em Revista (http://www.climaedesmatamento.org.br/revista)