13/11/2008 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Glauber Braga assume mandato de deputado federal em janeiro

Glauber assumirá mandato de deputado federal na vaga do petista Jorge Bittar

Em 1º de janeiro de 2009 Nova Friburgo terá um novo prefeito e vice, novos secretários municipais e uma Câmara de Vereadores renovada. E também terá um representante em Brasília: o atual secretário geral da Prefeitura de Nova Friburgo e presidente local do PSB, Glauber Braga (foto), assumirá o mandato de deputado federal.

Glauber entrará na vaga do deputado petista Jorge Bittar, que aceitou convite do prefeito eleito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, para assumir a Secretaria Municipal de Habitação. Bittar não renunciará ao mandato, mas se licenciará do mandato parlamentar até março de 2010, quando será forçado a retornar ao cargo em Brasília para poder concorrer provavelmente a mais um mandato de deputado federal.

Na eleição de 2004 Glauber obteve 51.259 votos - um recorde no município - mas acabou ficando na terceira suplência da coligação PSB/PT/PCB. De lá para cá ficou assim a situação dos dois primeiros suplentes: Eduardo Lopes (PSB) assumiu a cadeira de Alexandre Cardoso (secretário estadual de Ciência e Tecnologia), e Antonio Carlos Biscaia (PT) ficou no lugar de Edson Santos (ministro da Igualdade Racial). No período de um ano e três meses, a contar de janeiro próximo, a vaga de Bittar ficará com o político friburguense.

Nova Friburgo não tem um deputado federal desde 1978. O último foi Amâncio Mário de Azevedo (ex-MDB) que, inclusive, faleceu durante o exercício do mandato, deixando o município órfão de um representante em Brasília.

Futuro deputado anuncia que vai procurar prefeito eleito e deputados estaduais para trabalharem unidos

O ainda secretário geral da Prefeitura de Nova Friburgo e presidente do diretório local do PSB, Glauber Braga, recebeu com muita cautela a notícia de que assumirá o mandato de deputado federal a partir de 1º de janeiro. “Suplente é suplente. E, como suplente, nada é muito garantido, pode-se perder a vaga a qualquer momento”, ponderou. “Estou tratando a possibilidade de assumir o mandato com cautela. A certeza e a confirmação só terei quando for oficialmente chamado para trabalhar”, acrescentou Glauber, em contato telefônico na manhã de ontem, 12, após ler nos jornais a informação de que o deputado federal Jorge Bittar (PT) aceitou o convite para assumir a Secretaria Municipal de Habitação do Rio de Janeiro, no futuro governo Eduardo Paes (PMDB).

Usando um tom moderado, Glauber disse que já teve uma conversa com Bittar, antes mesmo deste aceitar o convite para participar do governo Eduardo Paes no Rio. O político friburguense sabe que seu mandato em Brasília será curto, de apenas um ano e três meses, já que o petista retomará o mandato de deputado federal em março de 2010, para ficar apto eleitoralmente ao pleito de outubro do mesmo ano. “Se for mesmo confirmada minha convocação para assumir o mandato de deputado federal, tenho em mente trabalhar cada um dos dias como se fosse um mês”, afirmou.

Caso seja efetivamente garantido seu mandato em Brasília, Glauber já tem na cabeça a primeira ação que pretende colocar em prática. Ele anunciou que procurará pessoalmente o prefeito eleito Heródoto Bento de Mello (PSC) e os deputados estaduais Olney Botelho (PDT) e Rogério Cabral (PSB), para propor um encontro e discutirem uma ação conjunta em favor de Nova Friburgo. “Esta será a minha primeira medida. Entendo que a eleição municipal terminou no dia 5 de outubro e que as diferenças políticas terminaram ali. Vou procurar o prefeito eleito e os deputados estaduais para propor um trabalho conjunto nas três esferas de decisão. O que nos une é Nova Friburgo, que precisa estar acima de qualquer outra coisa”, destacou.

Bittar ajudou a abrir portas no governo federal

Jorge Bittar, 60, é engenheiro. O futuro secretário municipal de Habitação do Rio de Janeiro, durante o exercício de seu mandato de deputado federal, manteve laços efetivos com Nova Friburgo, conseguindo uma série de parcerias entre o município e o governo federal.

Entre elas, destaque para a federalização da Faculdade de Odontologia, que passou a ser gerida pela UFF, a conquista do Cefet e outros cursos profissionalizantes. Bittar também já conseguiu recursos para o Centro de Convenções, o condomínio industrial e ainda verbas para revitalização de áreas urbanas, alocadas no orçamento da União para 2009.

Por: A Voz da Serra