20/09/2008 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Usina de carvão na Alemanha inaugura processo inédito de captura de CO2

A primeira usina energética de queima de carvão que captura e armazena as próprias emissões de dióxido de carbono (CO2) foi lançada na última semana pela empresa sueca Vattenfall, na cidade alemã de Spremberg.

O projeto piloto de 30MW – minúsculo frente à usina vizinha Schwarze Pumpe, que produz 1600MW – foi construído para testar uma nova tecnologia de captura de carbono. A caldeira queima o carvão em uma atmosfera onde existe praticamente só oxigênio puro ao invés de ar. Este processo chamado “oxyfuel” cria um fluxo de vapor de água e CO2, do qual é relativamente fácil capturar o CO2.

O processo tradicional de captura de carbono pós-combustão extrai o CO2 do resíduo líquido impuro produzido depois que o carvão é queimado e exige uma alta quantidade de energia, além de ser um processo caro. Apesar de a usina ‘oxyfuel’ ser mais econômica, também gasta energia ao separar o nitrogênio e outras impurezas do ar.

A Vattenfall gastou 70 milhões de euros no projeto, mas o considera um investimento de pesquisa e não uma oportunidade comercial. “Nós estamos queimando dinheiro e ganhando conhecimento”, disse o porta-voz da empresa, Staffan Gatze.

A partir do primeiro trimestre de 2009, quatro ou cinco caminhões farão uma fila todos os dias em frente à usina para carregar o CO2 líquido para uma área a 160 quilômetros ao norte, onde será injetado a três mil metros de profundidade no poço de petróleo desativado de Altmark. Segundo Gatze, uma forma comercial do processo usaria canos para transportar o CO2.

A empresa espera que o protótipo sirva para mostrar os benefícios da captura através da tecnologia oxyfuel em comparação com a captura na pós-combustão, além de uma terceira opção, a captura na pré-combustão – na qual o combustível fóssil é transformado em um gás sintetizado e, do qual, é removido o CO2 antes do hidrogênio remanescente ser queimado.

Diversas outras mini-usinas pilotos ‘oxyfuel’ são planejadas na França e Austrália, o que irá demonstrar a cadeia completa de captura e armazenamento de carbono.

Vattenfall planeja fazer uma demonstração da tecnologia ‘oxyfuel’ em escala comercial em uma das caldeiras da usina em Janschwalde, na Alemanha, em 2013, com uma caldeira fazendo a demonstração do processo de captura pós-combustão em paralelo.

Por: Agencia Brasil