24/05/2008 Noticia AnteriorPróxima Noticia

As Vocações de Nova Friburgo

Dib Curi

Parabéns Nova Friburgo pelos seus 190 anos. Nos últimos anos, o município avançou bastante na mobilização empresarial e comunitária e no saneamento de suas contas públicas. Avançou também em muitos aspectos ligados à infra-estrutura, notadamente, na saúde, na educação, no esporte e na cultura. Temos boas leis de desenvolvimento urbano.Estamosrepresentados na ALERJ e temos um quadro que propicia o aparecimento de novas lideranças políticas. Chega o momento de pautarmos o desenvolvimento econômico.

Antes porém, faz-se necessário delimitar o significado da palavra vocação. Esta expressão vem do latim VOCARE que significa “chamar”. Vocação quer dizer chamado ou apelo. A raiz da palavraé a palavra latina “vox”, que significa “voz”. A vocação tem a ver com uma voz. No caso de Nova Friburgo, a sua voz é asua história e cultura, que lhe conferem uma identidade, e também sua geografia e, principalmente, o seu povo, com destaque para aqueles que não foram ainda beneficiados por um desenvolvimento econômico inclusivo. Pensar em desenvolvimento econômico sem pensar em “para quem” é similar a subir uma escada só pelo prazer de subir. Se o desenvolvimento não tiver o argumento da inclusão social e a razão de ser de auxiliar a quem sofre e necessita, não passará de um delírio aristocrata, megalômano, consumista e alienado.

Estando bem claras as diretrizes iniciais, segue um ensaio de algumas de nossas vocações(existem outras):

1 - Nova Friburgo não tem vocação para ser uma cidade de massas.

Talvez esta seja uma dasprincipais evidências. O pico do Caledônia tem mais de dois mil metros de altura. Nossa cidade está, quase toda, situada há cerca de milmetros de altura. Estamos cercados de rochas para todos os lados. Todas as nossas expectativas sobre desenvolvimento e geração de renda tem que trazer consigo um planejamento focado num limite populacional, além do qual, os investimentos em infra-estrutura começam a ficar dificultados ou inviabilizados, ocorrendo um processo inexorável de favelização e queda de qualidade de Vida. Tal é a história recente, por exemplo, se formos visitar Conselheiro Paulino e adjacências. Não é assim que uma cidade tem que crescer. Qual é o nosso limite populacional, enfim?

2 - Nova Friburgo está situado em um Hotspot mundial.

O conceito Hotspot (Ponto Quente) foi criado, em 1988, pelo ecólogo inglês Norman Myers para resolver um dos maiores dilemas dos conservacionistas: quais as áreas mais importantes para preservar a biodiversidade na Terra?

Hotspot é, portanto, toda área prioritária para conservação, isto é, de alta biodiversidade e ameaçada no mais alto grau. É considerada Hotspot uma área com pelo menos 1.500 espécies endêmicas de plantas e que tenha perdido mais de 3/4 de sua vegetação.

A nossa Mata Atlântica é considerada por Norman Myers como um dos Hotspots mundiais. Grande biodiversidade e alto potencial hídrico, do qual dependem, para seu abastecimento, inúmeros municípios à jusante. Isto nos leva a próxima vocação:

3 - Nova Friburgo deve priorizar a conservação ambiental.

Além de Nova Friburgo estar situada em um Hotspot, o que nos leva a ter grandes possibilidades de angariar recursos no exterior, não podemos esquecer das nossas belezas naturais e qualidade de Vida. Quem não conhece o Vale do Rio Macaé, o Encontro dos Rios, a Reserva de Macaé de Cima, Rio Bonito, Galdinópolis, Três Picos e Caledônia?

Durante toda a primeira metade do Século XX, centenas de pessoas foram aconselhadas por seus médicos a se abrigarem aqui para a cura da tuberculose, graças ao nosso clima.Todas estas beneses nos trazem grandes responsabilidades, entre elas, a conservação da Mata Atlântica. Como viabilizar este conservacionismo através de um crescimento econômico sustentável? Afinal, não é qualquer tipo de desenvolvimento que nos serve. Isto nos leva à nossa próxima vocação:

4 - Potencializar a vocação turística

Muito se prescreve, em todo mundo, o incremento da atividade turística como um dos principais exemplos de desenvolvimentosustentávellocalizado. Em Nova Friburgosaudamos o advento do nosso Convention Visitors Bureau e o potencial que tem mostrado para trabalhar. O fato é que não podemos desconsiderar que há localidades, no mundo, que tem sua principal receita baseada no ecoturismo. Nova Friburgo é coalhado de belezas naturais: densas florestas, cachoeiras, picos e vales, corredeiras, trilhas à pé, para Mountain Bike e todos osesportes radicaisencontram eco em centenas de locais propícios em nosso município. Isto sem falar de um turismo rural mais qualificado, com ótima infra- estrutura gastronômica e hoteleira, como é o caso de Lumiar e São Pedro da Serra.

Fico impressionado de como desprezamos o ecoturismo como fonte de receita. Trata-se, ao meu ver, de uma omissão e uma desinformação muito grande acerca de nossos grandes e belos potenciais e da realidade do “mercado” nacional e mundial.Será que o friburguense já vivenciou suas belezas?

5 - Protegere otimizar a nossa vocação cultural.

Recentemente, foi realizada uma pesquisa onde constatou-se que uma visita guiada à Praça Getúlio Vargas levaria quatro horas, contando todas as explicações históricas. Nova Friburgo tem uma identidade recheada de riquezas que, bem trabalhadas e potencializadas, podemajudar a definir uma trilha extremante positiva e saudável para um desenvolvimento culturalmente qualificado. Um pólo de grandes espetáculos ou de convenções? Um pólo universitário ou de inovações tecnológicas? Olhar o Festival de Inverno e outras festas (Festa de São Pedro, por exemplo)com mais carinho? Precisamos pensar Friburgo também à partir de sua vocação cultural.

Com certeza reside em nossa história a nossa principal vocação e, provavelmente, a chave do nosso destino. Saudações ao nosso Pró-Memória, onde permanece bemguardado o cálice sagrado de nossas origens...

Por: Dib Curi é Editor do Jornal F. Século XXI