15/05/2008 Noticia AnteriorPróxima Noticia

Ipea estuda impactos das mudanças climáticas na economia para os próximos 100 anos

Brasília - Os impactos decorrentes das mudanças climáticas afetam não só o meio ambiente. Os setores industrial, econômico e empresarial também sofrem as conseqüências da poluição descontrolada. Para orientar as políticas públicas e decisões empresariais do setor privado brasileiro, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) promove hoje (14) o Fórum de Mudanças Climáticas, em Brasília.

O pesquisador do Ipea José Aroldo Mota explicou em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional, que os impactos econômicos no país, decorrentes ao aquecimento global, variam de acordo com as regiões.

Ele apontou as previsões de mudança para os 100 anos, que constam no relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC).

Segundo pesquisador do Ipea, o Brasil sofrerá com a perda de biodiversidade, enchentes – devido ao aumento da incidência de chuvas e ao avanço do mar –, limitação da área litorânea, principalmente no Nordeste. Porém, uma das perdas econômicas mais significativa serácom aagricultura, devido às variações climáticas e à ocorrência de erosões, de acordo com o estudo.

"Até o final do século, sofreremos todas essas mudanças se nós não fizermos nada agora. O Brasil está bastante ativo, o governo federal está muito preocupado com essa problemática e tem somado todos os esforços no sentido de minimizar os impactos, sem deixar de lado a questão econômica que é muito importante”, disse Mota.

Por: Agencia Brasil