11/04/2008 Noticia AnteriorPróxima Noticia

OMS alerta sobre impactos das mudanças climáticas para saúde humana

Brasília - A Organização Mundial de Saúde (OMS) aproveitou o Dia Mundial da Saúde, comemorado hoje (7), para fazer um alerta sobre os impactos das mudanças climáticas na saúde humana.

De acordo com a organização, o aumento da temperatura do planeta colabora para a manutenção e ampliação de doenças tropicais e negligenciadas, como malária, cólera e tuberculose. Para enfrentar o agravamento das epidemias, governos e sociedade foram orientados a intensificar os investimentos em saúde pública, saneamento e defesa civil.

“As mudanças climáticas colocam em risco a saúde humana”, destacou a diretora-geral da OMS, Margaret Chan, em comunicado divulgado pela organização. "O aquecimento do planeta será gradual, mas o efeito de tempestades, enchentes e secas é abrupto e imediato.”

Segundo a OMS, a onda de calor na Europa, em 2003, que matou cerca de 70 mil pessoas, é um exemplo de impacto negativo das mudanças climáticas. As epidemias de malária na África e de cólera, na Ásia, também são citadas no alerta da organização.

Para minimizar os efeitos dos desequilíbrios ambientais, a OMS aposta no apoio às iniciativas comunitárias e movimentos de mulheres, especialmente nos países em desenvolvimento com populações vulneráveis aos efeitos do aquecimento global.

A Organização das Nações Unidas (ONU) também demonstrou preocupação com o tema hoje. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, destacou, em comunicado oficial, que as mudanças climáticas comprometem a qualidade e disponibilidade de água e comida, elementos fundamentais para a nutrição e saúde humana.

Segundo Ban Ki-moon, os países mais pobres, que menos contribuem para o aquecimento global, serão os mais afetados pelos impactos desse fenômeno para a saúde pública.

Juliana Cézar Nunes e Morillo Carvalho

Repórteres da Agência Brasil

Por: Agencia Brasil