02/03/2008 Noticia AnteriorPróxima Noticia

As melhores e as piores notícias ambientais de janeiro e início de fevereiro.

Fontes de Energia

A erva ornamental de nome científico Panicum vigartum mostrou-se fonte muitopromissora na produção de etanol, revelaram pesquisadores dos EUA.Esta grama tem capacidade de crescer facilmente e permite que se obtenha 5,4 vezes mais energia (540%) do que o necessário para cultivá-la. Este rendimento é comparável ao obtido com o milho, principal cultivo a partir do qual os Estados Unidos produzem o etanol. A cana-de-açúcar e a matéria-prima mais eficiente. Rende oito vezes mais energia do que a necessária para produzi-la.

As chuvas de verão estão 45% menores do que o esperado. Com isto, o sinal de alerta para acionar as usinas termo-elétricas está vigente. O nível dos reservatórios das hidrelétricas do sul e centro-oeste não subiu. Mas também não há risco para as operações. A situação se agrava no nordeste onde, por exemplo, o reservatório da usina de Sobradinho está com 1/3 do volume ideal. Assim, as termelétricas foram ativadas.

São 150 caminhões de óleo combustível enviados por dia ao nordeste para o funcionamento de 4 usinas termelétricas, que garantem a energia elétrica para a região. Com pouca chuva, existe perigo de apagão para 2009.

As obras da Usina Nuclear Angra III terão reinício previsto para setembro. A França é o provável fornecedor de tecnologia para o projeto brasileiro.

Os prédios públicos do Estado do Rio vão portar coletores solares para aquecer a água, de acordo com lei sancionada pelo governador Sérgio Cabral, em janeiro.

Os coletores solares instalados na China somam 40 milhões. O preço deste equipamento na China é 7 vezes menor do que o modelo ocidental. A torcida dos ecologistas é pelo incremento produtivo deste equipamento na China para que a possibilidade de sua exportação torne possível a aquisição dos coletores solares por um grande número de ocidentais.

Preservação Ambiental

A Embrapa, setor Nova Friburgo, com sede em Conquista, promoveu, com o apoio da AMASP, reunião, dia 24 de janeiro, com agricultores da região. Técnicos orientaram o uso correto e dosagem na adubação das lavouras.O Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro vai participar da guarda dos Parques de Unidades de Conservação. O convênio com o IEF prevê equipes da coorporação treinadas para este fim.

Agencias regionais do Instituto Estadual do Ambiente (INEA) serão criadas nos municípios de Nova Friburgo, Itaperuna, Macaé, Campos, Volta Redonda, Angra dos Reis e Araruama. As instalações serão dotadas de placas solares e captação de água das chuvas. Nelas atuarão biólogos, engenheiros florestais e de petróleo, voltados para a conservação ambiental. Para tanto, um concurso público será realizado em março, visando compor o INEA. São oferecidas 210 vagas, 150 para o nível superior e 60 para o nível médio. As inscrições foram até 25 de janeiro.

O presidente Lula decreta embargo de terras na Amazônia. A medida serve para facilitar a interdição de propriedades pela polícia federal e Ibama.

Tribunal de Contas da União conclui que dos 5 assentamentos previstos para a região amazônica, só um responde ao licenciamento ambiental desejado.

A UFRJ descobriu plantas capazes de absorver poluição de metais pesados. Emterrenos contaminados pela mineração e indústria tem se apresentado uma ótima solução. O usual tem sido o aterramento ou a remoção do solo atingido. O projeto inovador da UFRJ foi oferecido à Secretaria do Meio Ambiente do Rio.

Um sistema digital de documentação nacional passou a vigorar no país. Com isto, o transporte de madeira está obrigado a se adequar a legislação. Desta forma o IBAMA quer impedir o transporte de madeira ilegal. O documento de papel foi abolido por estar sujeito a falsificação.

A partir de junho deste ano o comércio chinês não poderá mais utilizar sacos plásticos. Países como França e África do Sul já decretaram o fim destas embalagens.

O rio Guandú abastece 70% do Rio de Janeiro, porém, dados dão contaque 20% deste rio já está contaminado.

A Fundação Amazonas Sustentável divide com o governo amazonense os recursos do Bolsa Floresta que são repassados aos moradores de Unidades de Conservação, incentivando-os a preservarem a floresta.

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso, recebe 120 mil visitantes por ano.

As commodities de soja podem se elevar em 37% este ano, advertem os especialistas. Isto se deve a tendência de alta no consumo. Recomendam a racionalização da expansão agrícola a fim de afastar o perigo de avanço sobre as florestas.

Efeito Estufa

17 estados dos EUA aderiram as metas de redução das emissões de CO2, gases estufas, independente do boicote do governo americano ao Protocolo de Kioto. Agora, o presidente americano resolveu questionar a inconstitucionalidade das iniciativas estaduais argumentando caber ao governo central estabelecer metas sobre redução ou aumento no consumo de energias no país.

Dentre as 20 cidades mais poluídas do mundo, 16 são chinesas. O carvão mineral move 70% da produção de energia consumida no país. Agora, o governo Chinês está investindo 10 bilhões de dólares na implantação de energias renováveis. Passou a apostar nas hidrelétricas, nos coletores solares e nas fontes eólicas.

O verão em Buenos Aires já registrou máxima de 40 graus, um calor extremo para aquela região, em contraste com a quantidade de neve do inverno, fato que não acontecia a 70 anos.

Em São Pedro da Serra, em Nova Friburgo, no primeiro dia do ano, registrou-se a máxima de 34 graus, bastante alta para esta região. Isto justifica os pés de Manga em SPS e Lumiar estarem com frutos, fato incomum na serra.

O Detran agirá com rigor reprovando carros fora das normas, poluentes e barulhentos.

A cidade de Nova Iorque passou a contar com 850 ônibus híbridos movidos a diesel e a eletricidade. O próximo passo é substituir o diesel pelo biodiesel.

O transporte público é o segundo maior emissor de CO2, pelo uso do combustível fóssil.

Os EUA consomem o equivalente a 20 milhões de barris de petróleo/dia pelos veículos. O governo determinou às montadoras que os novos carros tenham consumo mínimo de 7 km por litro e não mais os 5 km até então.

Lixo e Reciclagem

Próximo do Natal, o presidente Lula visitou, em São Paulo, a Associação de Catadores de Resíduos Recicláveis, tendo enfatizado a ação destes trabalhadores.

Em parceria com a Pref. de Caxias, a Comlurb disponibilizará um fundo visando a qualificação profissional e cadastramento dos catadores de lixo.Mil catadores já estão cadastrados em Caxias. Calcula-se que outras 3 mil pessoas atuem na periferia do aterro de Gramacho. Estima-se que estejam ganhando entre 900 e 1.200 reais.

O Aterro Sanitário de Gramacho está saturado e, por isto, será fechado. Não receberá mais lixo e os catadores não cadastrados terão que buscar outro lixão para sobreviverem.

O Aterro de Gramacho é o maior do país e tem 20 anos. Todavia, atualmente, a insalubridade campeia. A sua localização se deu numa área de Manguezais, tendo os governantes desconsiderado os prejuízos ambientais ocasionados.

Dos 92 municípios fluminenses, 70% destinam o lixo para aterros sanitários desprovidos de Estação de Tratamentos e de controle ambiental, negligenciando, desta forma, o acúmulo de problemas para o futuro.

Cerca de 800 milhões de pilhas produzidas no país são descartadas por ano pelos consumidores no Meio Ambiente e Lixões. Cada pilha permanece por 50 anos contaminado o solo com zinco e outros metais. O Banco Real assumiu a coleta de pilhas usadas, já dispondo de 300 agências no país com receptores.

Decreto do governador cria plano de gestão de resíduos sólidos para o estado do Rio, em janeiro.

Outras Notícias relacionadas

A população brasileira, pelo censo do IBGE, soma 183 milhões e 230 mil habitantes em 2007. Históricos 11 mil brasileiros tem mais de 100 anos.

Duas novas garagens subterrâneas serão construídas no Rio de Janeiro. Ambas atingirão arborizadas e tradicionais praças, no Lido, em Copacabana, e na Praça General Osório, em Ipanema.

Um total de 7 mil tampas de bueiro, feitas de concreto, foram roubadas no ano passado no Rio de Janeiro. A secretaria Municipal de Obras vai substitui-las por outras, feitas de plástico e madeira. O projeto está sendo aperfeiçoado de modo que o modelo plástico resista a um peso de 15 toneladas. Fica a expectativa de não serem atrativas ao roubo.

Navio de 54 metros de comprimento, ancorado na Marina da Glória, tornou-se o novo centro de eventos do Rio de Janeiro. Abriga restaurantes e salão para festas e shows.

Prefeitura de Oklahoma, nos EUA, vai implantar ciclovias para atacar a ociosidade da população. O prefeito da cidade tinha 90 quilos quando se iniciou no ciclismo. Os bons resultados inspiraram-lhe o projeto.

A primeira reserva indígena urbana surgiu em dezembro, em Curitiba, com 40 mil metros quadrados, beneficiando nativos desabrigados do estado.

Em Olinda, PE, surgiu o primeiro Quilombo Urbano do país, em dezembro, por decreto municipal. Com área de 2 hectares, regularizou uma comunidade de 3 mil pessoas. Foi denominado Porto do Gelo.

Levantamento feito nos EUA dá conta de que a indústria farmacêutica investiu em pesquisa apenas a metade do que aplicou em propaganda, neste século, para comprovar porque os remédios são caros.

A Coréia do Norte fez um balanço da desativação do seu Programa Nuclear no fim do ano. Entretanto os EUA anunciaram estarem aguardando mais informações sobre as intenções coreanas para referendarem acordos com o governo deste país.

Lista com 50 nomes dos mais combativos defensores do Meio Ambiente foi divulgada, em janeiro, pelo jornal britânico “The Guardian”. A lista inclui Marina Silva, ministra do meio ambiente, único latino americano citado.

Denominada “Brasil Amazônia”, uma exposição com 1.200 metros quadrados mostra como é a floresta de formas arrojada. Produziu-se um arranjo com 10 mil mudas de plantas nativas, reconstituindo-se aspectos da mata. Será exibida de maio a setembro em Nova Iorque. Já foi vista em Paris e São Paulo por mais de 500 mil pessoas. Com farta informação e imagens, revela também o desempenho de 300 ONGS dedicadas a promoverem a convivência sustentável dos moradores, assegurando a preservação florestal. A exposição aborda ainda a destruição ambiental, vinculando-a ao consumismo de madeira, carne e soja como a principal

causa desta perda. O projeto é de iniciativa de ONGs.

A parceria de Ongs e Governo Federal está promovendo a conscientização educativa de funcionários das transportadoras no país, afim de afasta-los da prostituição infantil. Nas estradas foram levantados 1.220 pontos nas rodovias onde os estabelecimentos comerciais favorecem a prostituição. Calcula-se que 100 mil mulheres estejam envolvidas, sendo a maioria adolescente. A ação educativa sobressai em relação a motoristas e ajudantes de caminhões.

Estrada possibilitando o acesso brasileiro ao Pacífico será construída em 2009. Ligará o estado de São Paulo a Aricá, no Chile, passando pela Bolívia. Foi contratada por um Consórcio de três países.

Por: ForumSec21