Mahatma GandhiNise da Silveira

Mestre de Vida: Paramahansa Yogananda

Paramahansa Yogananda Paramahansa Yogananda 1893 - 1952

Paramahansa Yogananda

Nascido em 5 de janeiro de 1893 na cidade de Gorakpur, nordeste da índia, com o nome de Mukunda Lal Gosh, Paramahansa Yogananda teve sua missão no mundo profetizada pelo grande iluminado, Mahavatar Babaji, e seu principal discípulo, Lahiri Mahasaya. Mahasaya, ao ver o pequeno Mukunda pela primeira vez, disse a sua mãe, “Teu filho será um grande Yogue. Tal qual uma locomotiva espiritual, ele conduzirá muitas almas ao reino de Deus”.

Paramahansa Yogananda, considerado uma das mais importantes figuras espirituais de nosso tempo, é saudado por muitos como “o pai do ioga” no Ocidente. Viajando para os Estados Unidos em 1920, por cerca de trinta anos ele ensinou a milenar arte da meditação e os princípios fundamentais para qualquer um obter contato direto com o Criador.

Ensinamentos:

O lugar mais amado por Deus é o templo interior de silêncio e paz de Seus devotos. Sempre que você entrar aqui, neste lindo templo, deixe a inquietude e as preocupações para trás. Se não se despojar delas, Deus não poderá vir a você.

Não é pela concentração em dogmas que poderemos alcançar Deus, e sim pelo verdadeiro conhecimento da alma...

Precisamos das “colméias” das igrejas, mas necessitamos também encher as igrejas com o “mel” da nossa Auto-realização... Freqüentar a igreja é bom, mas a meditação diária é ainda melhor.

Quem não dedica tempo à sua religião não pode esperar conhecer, de uma hora para outra, tudo sobre Deus e o além. Geralmente, as pessoas não se esforçam ou, se o fazem o esforço não é bastante profundo e sincero... Lembre-se: se você não encontra Deus é porque não está se empenhando bastante na meditação.

A verdadeira prática da religião consiste em sentar-se quieto, em meditação, e conversar com Deus... A maioria dos freqüentadores de igrejas não consegue ficar sentada quieta por uma hora, a não ser que alguma atividade esteja ocorrendo o tempo todo, para distrair suas mentes.

Ser iogue é meditar. Assim que acorda de manhã, o iogue não pensa primeiro em alimentar o corpo; ele nutre a alma com a ambrósia da comunhão com Deus. Saciado com a inspiração que sua mente encontrou, ao mergulhar profundamente na meditação, está apto para cumprir com êxito todos os deveres do dia.

Ao analisar o que você é, tenha o firme desejo de eliminar suas fraquezas transformar-se no que deveria ser. Não se permita desanimar com imperfeições que são comumente reveladas através de uma auto-análise sincera.

Você agora está limitado; quando, porém, pela meditação diária e profunda, puder transferir sua consciência do finito para o Infinito, será livre. Você não se destina a ser prisioneiro do corpo. Você é filho de Deus e deve viver à altura dessa herança divina.

Nosso empenho deve ser não apenas adquirir segurança financeira e boa saúde, mas procurar o significado da vida. A vida: de que se trata?... Quando pensamos com suficiente profundidade, encontramos uma resposta em nosso interior. Esta é uma forma de prece atendida.

Não deixe que ninguém o chame de pecador. Que importância tem o que você foi ontem? Você é filho de Deus, agora e sempre.”

VOLTAR À PÁGINA INICIAL