Santa Terezinha de LisierAnatole France

Mestre de Vida: São Francisco de Assis

São Francisco de Assis São Francisco de Assis 1182 - 1226

São Francisco de Assis

Nascido em berço de ouro, cercado de privilégios e luxo, Francisco de Assis veio a ser um dos santos mais amados da história. Depois de uma juventude irrequieta e mundana, voltou-se para a vida religiosa de completa pobreza, fundando a ordem mendicante dos Frades Menores, os Franciscanos, que renovaram o Catolicismo de seu tempo. Com o hábito da pregação itinerante, quando os religiosos costumavam fixar-se em mosteiros, e com a crença de que o Evangelho devia ser seguido à risca, imitando-se a vida de Cristo, desenvolveu profunda identificação com os problemas de seus semelhantes e com a humanidade do Cristo. Sua atitude foi original também quando afirmou a bondade e a maravilha de toda a Criação, num tempo em que o mundo era visto como essencialmente mau. Francisco se dedicou aos mais pobres dos pobres e amou todas as criaturas e animais chamando-as sempre de irmãos.

Ensinamentos:

“Onde há amor e sabedoria, não há temor nem ignorância”

“Enche-se de felicidade aquele que vê, sem inveja, a felicidade dos outros.”

“Todas as coisas da criação são filhos do Pai e irmãos do homem... Deus quer que ajudemos aos animais, se necessitam de ajuda. Toda criatura em desgraça tem o mesmo direito a ser protegida.”

Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível.

O que temer? Nada. A quem temer? Ninguém. Por que? Porque aqueles que se unem a Deus obtém três grandes previlégios: onipotência sem poder; embriaguez, sem vinho e vida sem morte.

Ninguém é suficientemente perfeito, que não possa aprender com o outro e, ninguém é totalmente destituído de valores que não possa ensinar algo ao seu irmão.

Senhor, dai-me força para mudar o que pode ser mudado... Resignação para aceitar o que não pode ser mudado...E sabedoria para distinguir uma coisa da outra.

A cortesia é irmã da caridade, que apaga o ódio e fomenta o amor.

Senhor fazei de mim um insrumento de vossa paz.

Vamos confiar mais em Deus e obedecer às suas magnânimas leis. Se trabalharmos em favor do Bem, esse Bem virá ao nosso encontro, esta é a lei.

Caminha nas sombras o que teme a luz e seus reflexos sobre a verdade.

Nada existe desprezado no amor de Deus, que espera de nós a compreensão, e ainda nos dá meios de compreender. Vede a bondade de Deus na eternidade!

Somente eternas são as coisas do Bem, a função caritativa e as leis que o Evangelho nos revela.

VOLTAR À PÁGINA INICIAL