Chico XavierAristóteles

Mestre de Vida: Allan Kardec

Allan Kardec Allan Kardec 1804 - 1869

Allan Kardec

Hippolyte Léon Denizard Rivail nasceu na França eteve formação acadêmica em Matemática e Pedagogia, interessando-se mais tarde pela Física, principalmente pelo Magnetismo.Estudou na Escola de Pestalozzi e foi um dos seus mais distintos discípulos. Como pedagogo,dedicou-se à luta para uma maior democratização do ensino público.

Sob o pseudônimo de Allan Kardec, notabilizou-se como o codificador do Espiritismo. Tudo começou quando ele iniciou uma pesquisa sobre o fenômeno das “mesas girantes”, muito difundido na época. Sua pesquisa levou-o a descoberta do fenômeno paranormal da comunicação com os espíritos desencarnados.Através de perguntas e respostas a estas entidades, Alan Kardec codificou a Doutrina Espírita escrevendo “O Livro dos Espíritos”, “Céu e Inferno”, “O Livro dos Médiuns”, “A Genese” e “O Evangelho segundo o Espiritismo”.

Ensinamentos:

“Fora da caridade não há salvação”

A nossa felicidade será naturalmente proporcional em relação à felicidade que fizermos para os outros.

Os homens semeiam na terra o que colherão na vida espiritual: os frutos da sua coragem ou da sua fraqueza.

Os espíritos protetores nos ajudam com os seus conselhos, através da voz da consciência, que fazem falar em nosso íntimo - mas como nem sempre lhes damos a necessária importância, oferecem-nos outros mais diretos, servindo-se das pessoas que nos cercam.

Se você não falha em pelo menos 90% das vezes, seus objetivos não foram ambiciosos o suficente.

O homem é assim o árbitro constante de sua própria sorte. Ele pode aliviar o seu suplício ou prolongá-lo indefinidamente. Sua felicidade ou sua desgraça dependem da sua vontade de fazer o bem.

Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.

A felicidade depende das qualidades próprias do indivíduo e não do estado material do meio em que se acha.

O fardo é proporcional às forças, como a recompensa será proporcional à resignação e à coragem.

O corpo existe tão somente para que o Espírito se manifeste.

A melhor maneira de predizer o futuro é inventá-lo.

“Com a inveja e o ciúme, não há calma nem repouso para aquele que está atacado desse mal: os objetos de sua cobiça, de seu ódio, de seu despeito, se levantam diante dele como fantasmas que não lhe dão nenhuma trégua e o perseguem até no sono.”

“Honrar o pai e a mãe não é somente respeitá-los, mas também assisti-los nas suas necessidades; proporcionar-lhes o repouso na velhice; cercá-los de solicitude, como eles fizeram por nós na infância.”

VOLTAR À PÁGINA INICIAL