Paul BruntonWoody Allen

Mestre de Vida: Sathya Sai Baba

Sathya Sai Baba Sathya Sai Baba 1926 - 2011

Sathya Sai Baba

Baghavan Sri Sathya Sai Baba, pseudônimo de Sathya Narayana Raju é um guru indiano. É considerado por muitos como um Avatar (encarnação numa forma humana de um ser divino). Nasceu emnuma pequena vila no sul da Índia, chamada Puttaparthi, no estado de Andhra Pradesh. Ele residia neste lugar até a sua passagem, em 2011, recebendo milhares de visitantes do mundo inteiro em sua comunidade espiritual (ashram), chamada Prasanthi Nilayam, que significa “Morada da Paz Suprema” (shanti=paz, pra=suprema, nilayam=morada).

Ensinamentos:

“Comece o dia com amor, preencha o dia com amor, passe o dia com amor e termine o dia com amor, porque esse é o caminho para Deus”.

“Cada pensamento, cada palavra e cada ação têm seu reflexo, sua ressonância e sua reação. É um sinal de fraqueza culpar os outros por seus problemas. Você deve suportar as conseqüências das suas próprias ações.”

“O homem sábio é aquele que controla a mente e purifica o coração, preenchendo-o com bons pensamentos.”

“Não desperdicem um simples momento do tempo de vida que lhes foi dado, pois o tempo é o corpo de Deus. Ele é conhecido como a Personificação do Tempo. É um crime utilizar mal o tempo ou desperdiçá-lo em ociosidade. Assim também, os talentos físicos e mentais dados a vocês pelo Senhor como capital para o empreendimento da vida não deveriam ser desperdiçados.”

“Numa cerimônia sagrada, melhor que oferecer frutas ou guirlandas de flores é entregar o perfume da sua própria virtude e inocência, lavado nas lágrimas do seu arrependimento!”

“O ego é mais facilmente destruído pela devoção, meditando-se na magnificência do Senhor e prestando-se serviço aos outros como crianças do Senhor.”

O maior defeito hoje é a ausência de investigação sobre a natureza do Eu Superior. Essa é a causa básica de toda esta falta de paz.”

“O primeiro passo na prática espiritual é a adesão ao Dharma (Retidão) em cada ato individual e social. O Dharma que é observado em relação ao mundo objetivo vai automaticamente levar ao Dharma também no campo espiritual; vocês devem apenas manter-se firmes sob quaisquer circunstâncias.”

“Os estudantes devem ter uma postura de desafio perante as coisas; eles devem honrar o trabalho físico. Devem estar desejosos de servir àqueles que necessitam de ajuda devido às suas deficiências físicas. Respeitem também aos mais velhos e não percam a oportunidade de servi-los, honrando-os e agradando-os. O que quer que lhes traga saúde e alegria, acolham-no; mas não se rebaixem adotando passatempos vulgares. Não vaguem sem rumo pelas ruas ou freqüentem cinemas e nem se misturem com companhias indesejáveis ou cultivem maus hábitos apenas por diversão.”

VOLTAR À PÁGINA INICIAL