Thich Nhat HanhNise da Silveira

Mestre de Vida: Rabindranath Tagore

Rabindranath Tagore Rabindranath Tagore 1861 - 1941

Rabindranath Tagore

Escritor indiano,poeta e educador, Tagore foi, ao lado de Gandhi, uma das figuras mais populares e queridas da ndia contempornea. Depois da educao tradicional na ndia, completou a formao na Inglaterra entre os anos de 1878 e 1880. Comeou sua carreira potica com volumes de versos em lngua bengali. Em 1931, recebeu o prmio Nobel de literatura. Desde ento, traduziu seus livros para o ingls, a fim de lhes garantir maior difuso.

Em suas poesias, Tagore oferece ao mundo uma mensagem humanitria e universalista. Seu mais famoso volume de poesias Gitjali (Oferenda potica). Fundou, em 1901, uma escola de filosofia em Santiniketan, que, em 1921, foi transformada em universidade. Tagoretraz, atravs de sua poesia, um lirismo sabedoria e mstica universal e, ao mesmo tempo queencanta, instrui.Foi, sem dvida, um dos grandes sbios da ndia.

Ensinamentos:

Se fechares a porta a todos os erros, a verdade ficar l fora.

A msica sente o infinito no ar; a pintura o sente na Terra. O poesia o sente na Terra e no ar porque sua palavra tem o sentido que caminha e a melodia que voa.

Aquele que carrega sua lmpada s costas no lana adiante seno a sua sombra

Ao arremessa-la, disse o arco baixinho flecha: A tua liberdade me pertence.

Quando chove, o cheiro da terra molhada eleva-se como o canto imenso de louvor da multido silenciosa das coisas insignificantes.

A iluso da sabedoria como a nvoa do amanhecer.

A quem veneras neste recanto solitrio e escuro dum templo de portas fechadas?

Abre teus olhos e v que teu Deus no est diante de ti! Ele est onde o agricultor est lavrando o cho duro e onde o pedreiro est rachando pedras. Ele est com eles no sol e na chuva, e sua roupa est coberta de poeira.(...)Libertao? Onde se encontra esta libertao?(...) Sai de tuas meditaes e deixa de lado tuas flores e o incenso! Que mal h se tuas roupas ficam gastas e manchadas? Encontra-o e fica com Ele na faina e no suor de tua face.

Compreendemos mal o mundo e depois dizemos que ele nos decepciona.

O trabalho s nos cansa, se no nos dedicarmos a ele com alegria.

to fcil esmagar, em nome da liberdade exterior, a liberdade interior.

Cada criana ao nascer, nos trs a mensagem de que Deus no perdeu as esperanas nos homens.

A borboleta conta momentos e no meses, e tem tempo de sobra.

Quando eu estiver contigo no fim do dia, poders ver as minhas cicatrizes, e ento sabers que eu me feri e tambm me curei.

Carrega de ouro as asas do pssaro e ele nunca mais voar pelo cu.

VOLTAR PGINA INICIAL